sábado, 18 de junho de 2011

"Pedir" um cartão amarelo vai passar a custar dois jogos de suspensão


A UEFA decidiu que vai passar a punir com dois jogos de suspensão os jogadores que provoquem propositadamente a amostragem de um cartão amarelo para limparem a sua folha de castigos.
A comissão que define as questões disciplinares da UEFA anunciou na manhã desta sexta-feira a sua decisão, que visa impedir a táctica utilizada por alguns futebolistas de forçarem o árbitro a mostrar-lhes um cartão amarelo, de forma a cumprirem um jogo de castigo num encontro teoricamente mais fácil.

“Normalmente, este tipo de comportamento é punido com uma multa, mas agora passará a ser sancionado com um jogo de suspensão a mais do que o aplicado automaticamente no caso de acumulação de cartões amarelos", explicou Gianni Infantino, secretário-geral da UEFA.

Um dos casos mais recentes e controversos ocorreu no final da época passada, na Liga dos Campeões, e envolveu Iniesta, jogador do Barcelona, suspeito de ter deliberadamente provocado a amostragem de um cartão amarelo por parte do árbitro do jogo entre o clube catalão e o Shakhtar Donetsk (5-1), relativo aos quartos-de-final da competição. Iniesta ficou de fora do encontro da segunda mão, mas pôde jogar as meias-finais sem o risco de ser suspenso no caso de ver nova admoestação com o cartão amarelo.


Fonte: Publico

Sem comentários: