O processo de pedido de adesão dos Conselhos de Arbitragem das Associações Distritais e Regionais ao projeto PINAT- Programa Integrado Nacional de Aperfeiçoamento Técnico, promovido pelo Conselho de Arbitragem da Federação, contou com a candidatura de 25 centros de treino de árbitros de futebol e 15 centros de treino de árbitros de futsal.

Após o processo de seleção, foram criados 17 novos centros (14 de futebol e três de futsal) distribuídos por todas as Associações do País, que, com os oito Centros de Futebol promovidos pela Liga, somam 25 Centros PINAT, logo no ano de lançamento do programa.

Estes números provam a necessidade que se sentia quanto ao potenciar da preparação dos árbitros, dando razão à opção da Direção da FPF e do Conselho de Arbitragem em apostar nesta oferta formativa.

O PINAT é a estratégia de formação que cria centros de treino para árbitros de futebol e futsal, distribuídos pelas Associações Distritais e Regionais, com orientação especializada na preparação física, técnica e, quando possível, psicológica, seguindo uma planificação que emana do gabinete técnico da Academia de Arbitragem.

Além disso, a Federação Portuguesa de Futebol oferecerá um apoio financeiro às Associações para a implementação do PINAT em 14 Centros de Treino de Futebol e em três Centros de Futsal, além dos oito Centros promovidos diretamente pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Para o presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, Vítor Pereira, está dado um passo importante para a melhoria das competências dos árbitros de todo o País”, deixando em aberto a possibilidade de, nas próximas épocas, o número de centros de treino ser aumentado.
Clique no vídeo em baixo para ouvir as declarações de Vítor Pereira.