quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Árbitros descontentes com processos disciplinares a João Ferreira e Paulo Baptista

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) assume o descontentamento dos juízes face aos processos disciplinares a João Ferreira, de Setúbal, e Paulo Baptista, de Portalegre.
A decisão da Comissão Disciplinar da Liga surgiu na sequência da recusa dos dois árbitros em arbitrar o Beira-Mar-Sporting da segunda jornada, que acabou por ser dirigido por Idalécio Martins, árbitro de Aveiro recrutado na bancada.
O presidente da APAF assegurou, esta quarta-feira, em declarações à TSF, que a associação «está a acompanhar esta situação» e confirmou que «existe algum descontentamento em relação a esta situação» entre os árbitros.
Os juízes ponderam assumir uma posição firme e colectiva, mas, para já, Luís Guilherme garante que nenhuma decisão está tomada.
Por agora, a «preocupação é arranjar forma de ajudar» os árbitros, sendo que se entretanto houve algum facto novo, a associação poderá vir a reunir, acrescentou.
O presidente da associação de classe assegurou ainda que nada condiciona o comportamento dos árbitros nos jogos, até porque são «pessoas experientes» e que vão convivendo com estas situações». Contudo, frisou que casos como este criam «algum mal-estar no sector».


Fonte: TSF

Sem comentários: