terça-feira, 29 de novembro de 2011

Árbitro belga que tentou suicídio está fora de perigo


Schelstraete, de 37 anos, passou duas noites em observação num hospital depois de ter cortado os pulsos no vestiário dos árbitros.


O árbitro assistente, Chris Schelstraete, que tentou cometer suicídio minutos antes de um jogo da segunda divisão entre Tubize e o FC Bruxelas, está fora de perigo, avançou a imprensa belga esta segunda-feira.
De acordo com o psicólogo da federação belga Jef Brouwers, o gesto do fiscal de linha «não foi motivado pelas pressões a que estão sujeitos os árbitros, mas por problemas pessoais».
O incidente ocorreu uma semana após a tentativa de suicídio de um árbitro na Alemanha na véspera do jogo entre o Colónia e o Mainz. O árbitro, Babak Rafati, cortou os pulsos na banheira de um quarto de hotel horas antes do jogo.
«O exemplo de Rafati não foi um elemento de motivação, mas Schelstraete seguiu-o para mostrar que precisava de atenção», explicou o psicólogo.

Fonte: Sapo

Sem comentários: