sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Michel Platini compara tecnologias a "cavalo de Troia"


Michel Platini, presidente da UEFAFotografia © Kacper Pempel - Reuters


O presidente da UEFA, o francês Michel Platini, defendeu hoje a reforma que efetuou na arbitragem, ao aumentar para cinco o número de juízes de campo, e comparou a introdução das tecnologias a um "cavalo de Troia".
"Temos os olhos humanos para ver se a bola entrou. Eu gosto dos cinco árbitros porque é um sistema humano", afirmou Michel Platini, após a reunião do Comité Executivo da UEFA, que decorreu em Veneza (Itália).
O dirigente máximo do futebol europeu mostrou-se contra a intenção da FIFA em introduzir câmaras nas linhas de golo, como forma de auxiliar os árbitros, comparando-a a um "cavalo de Troia"
"Essa decisão irá funcionar com um cavalo de Troia. É uma forma da tecnologia entrar no futebol. Depois vamos ter tecnologia em todos os lances e assim um jogo vai durar cinco horas. Penso que não é uma boa ideia e tenho o direito a não estar de acordo", frisou.
Platini considerou ainda que o Euro2012 vai ser "formidável", apesar de a Polónia e a Ucrânia estarem a apresentar alguns problemas na organização da competição.
"Há alguns atrasos, sobretudo na parte da hotelaria, mas não estou nada preocupado. Tenho a certeza de que vai ser formidável. Os dois países vão dar um salto de 30 anos", disse o antigo médio.

Fonte: DN

Sem comentários: