segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Bruno Esteves foi o árbitro de 1ª categoria que mais facturou nos primeiros cinco meses da temporada 2011/12


O juiz setubalense, de 34 anos, planeador e gestor de stocks, dirigiu até ao momento cinco jogos na Liga, cinco na Honra, três na Taça de Portugal e três na Taça da Liga. E esteve numa partida como 4º árbitro.
Na última posição do ranking dos ganhos está o internacional Olegário Benquerença, que esteve em quatro jogos da Liga, três da Honra e um da Taça de Portugal, sempre como árbitro principal, que lhe conferem um rendimento de 10 318 euros.
Liga e Federação gastaram, no total, 371 554 euros com os 25 árbitros da 1ª categoria, tendo estes recebido, em média, 14 862 euros (2972/mês).
Actualmente, os juízes recebem 1272 euros por cada jogo na Liga, 890 na Honra, enquanto aos quartos árbitros é pago um quarto destes valores. Caso o jogo se realize durante a semana, são pagos mais 118 euros, à excepção dos quartos árbitros em jogos do segundo escalão, nos quais a remuneração só aumenta 59 euros. Quanto à Taça da Liga e Taça de Portugal, os árbitros recebem consoante o escalão das equipas envolvidas, mas, se na Taça da Liga a tabela de valores é a mesma aplicada nos campeonatos, na Taça de Portugal os valores são reduzidos a menos de metade: 560 euros com clubes da Liga e 420 para os da Honra. Ao longo dos 10 meses da época, os juízes recebem ainda um subsídio de treino no valor de 400 euros.
Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários: