terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Conclusões da reunião entre Associações, sobre o Futebol Português


Em encontro realizado na cidade de Viseu (a pretexto do Almoço/convívio com o Sr Dr Carlos Marta), estiveram presentes as Associações de Futebol de Évora, Guarda, Leiria, Porto, Setúbal, Viana do Castelo, Viseu, Portalegre (esta delegou no Porto), ANDIF e dois delegados à Assembleia- Geral da F.P.F. representantes dos Clubes de Futebol Não Profissional (tendo os restantes convidados justificado a sua ausência).

Foram abordados alguns dos temas prementes que se encontram em discussão no futebol português, nomeadamente, o que se prende com a alteração dos quadros competitivos respeitantes ao futebol não profissional, ou seja, a REESTRUTURAÇÃO DOS CAMPEONATOSNACIONAIS DE SENIORES NÃO PROFISSIONAIS.

Pelos presentes foi entendido serem extemporâneas as propostas remetidas pela FPF, quer a da sua autoria, quer as elaboradas pelas Associações de Futebol de Coimbra e Aveiro.

Considerou-se não fazer sentido, neste momento, discutir ou promover qualquer alteração às aludidas propostas, sem se conhecer a evolução ou fixação às noticiadas alterações nas Competições Profissionais, designadamente, a criação das designadas equipas “B” e respectiva integração na “Liga Orangina”, bem como o número de subidas e descidas nas provas profissionais.

Acresce, que as alterações apresentadas irão ter repercussões muito significativas a nível Distrital/Regional, pelo que para a sua eventual implementação, deverá sempre ser precedida de avaliação prévia através de estudos de racionalização (tenha-se em consideração a título de exemplo, que com a eliminação da “3ª divisão nacional” baixarão aos “campeonatos regionais” cerca de 70 clubes.

Por outro lado, nenhuma alteração aos Quadros Competitivos não Profissionais poderá entrar em vigor na Época 2012/2013 por violação do nº.15 do art. 51º dos Estatutos da FPF.

Com efeito, dispõe aquela norma estatutária: “Deliberar, até ao dia 30 de Setembro, sobre a alteração do número de participantes nas provas nacionais de natureza não profissional, a realizar na época seguinte”.

Assim, qualquer alteração só poderá entrar em vigor na Época 2013/2014.

Por último, é pertinente ter presente as deliberações das Assembleias-Gerais de 23.05.1999 e 22.05.2010, em que foi aprovada a extinção do Campeonato Nacional da 3ª Divisão e, em sua substituição, aprovada a prova denominada de Pro-Nacional conforme dispõe o Comunicado Oficial nº.436 de 31.05.2010.

Essa deliberação não poderá ser revogada por deliberação do Direcção da FPF.

Tendo em consideração todo o expendido, decidiu-se:

a) Propor que esta discussão englobe todos os vectores adjacentes ao Futebol, com intervenção de todos os sócios da FPF e direcção da mesma, em reunião ou reuniões que para o efeito deverão ser designadas;
b) Dar conhecimento desta reflexão ao Sr. Presidente da Federação Portuguesa de Futebol e a todos os sócios da FPF.

Fonte: APAF

Sem comentários: