terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

O árbitro, o guarda-redes e o avançado, por Mário Pereira

Quando se ganha é uma alegria e o mundo passa a ser perfeito.



Por esta ordem, FC Porto, Sporting e Benfica ganharam neste fim de semana e por isso os árbitros foram poupados ao habitual chorrilho de críticas que preenchem as conferências de imprensa dos treinadores no final dos jogos. Quando se ganha é uma alegria e o mundo passa a ser perfeito. Mesmo que as vitórias caiam do céu aos trambolhões.

Atente-se mais em detalhe ao que se passou nesta jornada. Na sexta-feira, o FC Porto passou por cima do Tondela, mas só desencalhou após dois erros do árbitro Luís Ferreira, que acabou por ser a figura do jogo, lamentavelmente. No sábado, o Sporting esteve à beira de ser humilhado pelo Rio Ave, tendo sido salvo pela exibição de Rui Patrício, autor de assombrosas defesas antes do golo da sua equipa. Figura do jogo, inevitavelmente. No domingo, foi a vez do Benfica suar e ver a vida a andar para trás ante o Sp. Braga. Estava a dez minutos de deixar a liderança quando o grego Mitroglou destravou o que parecia não ter remédio. Figura do jogo, inevitavelmente.

Três jogos, três figuras em destaque. Um árbitro, um guarda-redes e um avançado. Mas, como ganhou quem mais se faz ouvir, está tudo na paz dos anjos. Até à próxima jornada.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários: