segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Rizzoli desiste da caminhada para o Mundial 2018


Nicola Rizzoli, um dos mais conceituados árbitros do Mundo, acaba de publicar uma carta que escreveu ao Presidente da Associação Italiana de Árbitros a informar que desiste da ida ao Mundial da Rússia 2018.
Deixamos aqui a o conteúdo da carta.





Bolonha, 3 de fevereiro de 2017
Preg. Mo
Presidente da Associação Italiana de Árbitros (a.i.a.) Marcello Lauluidos
Via Campania, 47-00187 Roma


" tudo tem um começo e, certamente, tudo tem um fim."...

Querido Marcello,

A hora de dar um passo atrás é sempre importante e complicada. Penso, no entanto que, uma vez tomada a decisão, é justo viver os sentimentos até o fim e plenamente, como sempre fiz. É por isso que, depois da decisão compartilhada de desistir do caminho que me poderia levar ao mundial da Rússia-2018, acho que é o momento dos agradecimentos.

Eu nunca vou conseguir agradecer pessoalmente a todas as pessoas que no pequeno ou no grande contribuíram para realizações pessoais de uma carreira internacional inesquecível. Sucessos que, como sempre defendi, fazem parte de um coletivo importante, aquele dos árbitros italianos. É por isso que a ação de agradecimento principal está em toda a  a.i.a.. Cresci como árbitro, como pessoa e principalmente como homem. Assim, a decisão de não participar no caminho citado, inevitavelmente, se torna mais fácil. O valor da nossa Associação, caro presidente, faz-me ter a consciência que os árbitros italianos são, sem dúvida, de uma qualidade e profissionalismo tão elevado ao ponto de que ainda posso contar com mais pessoas de Altíssimo nível. Eu tenho certeza portanto que o desempenho de quem terá a honra de representar os árbitros italianos no mundial da Rússia 2018, será de grande valor e, certamente, com a oportunidade de alcançar as metas mais importantes.

Depois de uma final de liga Europa, da liga dos campeões e sobretudo a dos Mundiais; depois de ter tido a honra de representar a a.i.a. em duas fases finais dos Campeonatos Europeus a espreitar o sonho de mais uma final, acho justo deixar a outros a mesma possibilidade com o desejo de que possam viver e compartilhar com todos as mesmas emoções que pude experimentar.

Hoje mantenho o entusiasmo de uma criança e a experiência de um homem e árbitro maduro.

Portanto, como sempre, estarei a torcer e apoiarei com todas as minhas capacidades quem terá o encargo e a honra de representar a a.i.a. no mundial na Rússia.

Um abraço
Nicola

Fonte: Página de Facebook de Nicola Rizzoli

Sem comentários: