sexta-feira, 3 de março de 2017

Árbitros e famílias com linha SOS para denunciar ameaças

O nível de perigosidade é, depois, analisado caso a caso.


Os árbitros de futebol e as suas famílias já têm uma linha SOS de socorro direta à PSP e à GNR, que vai receber denúncias de agressões, de ameaças ou de simples desconfianças.

Segundo a notícia do “Correio da Manhã”, o ambiente de tensão que está a rodear o futebol tem levado a polícia a facultar contactos de responsáveis das esquadras das áreas de residência dos árbitros.

Após várias denúncias da Federação Portuguesa de Futebol junto do Ministério da
Administração Interna foi iniciada a reestruturação de uma linha de apoio da PSP, que liga diretamente ao Departamento de Operações da Direção da Polícia em Lisboa.

O nível de perigosidade é depois analisado caso a caso.

Também o “Diário de Notícias” chama o tema a capa. O jornal diz que houve 52 participações ao Ministério Público por ameaças a árbitros e familiares. As queixas duplicaram face à época anterior.

Fonte: Rádio Renascença


Sem comentários: