sábado, 4 de março de 2017

Presidente da APAF não afasta cenário de uma greve dos árbitros

Luciano Gonçalves falou no fórum da Antena 1 sobre o atual momento da arbitragem em Portugal, colocando no horizonte a existência de penalizações para os adeptos.



O presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) considera que "caso o ambiente em redor da arbitragem não mude, todos os cenários são possíveis", não descartando uma eventual greve do setor.

"Todos os cenários são possíveis. Nós queremos que as coisas decorram com a maior tranquilidade possível. Da forma como as coisas estão, tudo é possível", afirmou Luciano Gonçalves, em declarações no fórum da Antena 1.

O dirigente da APAF informa também que tem em agenda a alteração dos regulamentos, de modo a "acabar com estas situações":

"Estamos a trabalhar na sugestão da alteração de regulamentos, para que se possa acabar com estas situações. Os clubes têm de ser penalizados. Os próprios adeptos podem ser penalizados", acrescentou.

Sobre a pressão exercida pelas vozes de adeptos e agentes desportivos através de programas televisão, Luciano Gonçalves urge para a necessidade de "mudar mentalidades": "A arbitragem assume a sua quota-parte sempre com o objetivo de melhorar. Se não mudarmos as mentalidades, não vai haver nenhuma alteração. O número de pessoas envolvidas aumentou nos programas televisivos, a pressão mediática aumentou claramente", rematou.

Fonte: O Jogo

Sem comentários: