quinta-feira, 5 de julho de 2012

Premier League quer ter tecnologia de baliza em 2013

A confirmar-se que o International Board vai aprovar a utilização de tecnologia de baliza, na reunião desta quinta-feira, a Premier League mostra-se interessada em dotar-se dessa ferramenta já em 2013/14.

Por ser necessário licenciar, instalar e testar a tecnologia de baliza, a Liga inglesa pretende avançar com esse processo a breve prazo, para que na temporada seguinte todos os estádios do principal escalão tenham o equipamento.

Curiosamente, os três lances mais polémicos da história do futebol, no que à linha de baliza diz respeito, envolvem a seleção inglesa. O golo de Geoff Hurst à Alemanha, no Mundial de 1966, ainda hoje é debatido. Quarenta e quatro anos depois, frente ao mesmo adversário, Frank Lampard acertou na barra e a bola bateu no solo já depois da linha de baliza, mas o golo não foi validado. Dois anos depois foi a Inglaterra a beneficiar de um erro do árbitro, que não viu que um remate de Devic foi interceptado por John Terry já dentro da baliza. A Ucrânia, co-organizadora do Euro2012, foi eliminada.

Michel Platini, presidente da UEFA, continua a manifestar-se contra a introdução de tecnologia de baliza, mas Joseph Blatter é um defensor dessa inovação. Nestes últimos anos a FIFA já tem testado vários equipamentos, e nesta altura aparecem duas propostas: o «goalref», que consiste em ter um «chip» na bola, que informa o árbitro sempre que esta passa a linha de baliza; e o «olho de falcão», que controla a baliza através de seis câmaras , sendo que também neste caso o árbitro é logo informado, através de um relógio de pulso.

Uma das desvantagens do «olho de falcão» é a possibilidade de ter jogadores a tapar o ângulo das câmaras, mas por outro lado é uma tecnologia que permitiria logo ter as imagens como prova, à disposição dos telespectadores. O «goalref» não oferece essa possibilidade, mas em contrapartida é mais barato.

Não está descartada a possibilidade do futebol inglês adotar ambas as tecnologias: o «olho de falcão» para os dois principais escalões, e o «goalref» para as divisões inferiores, onde a capacidade financeira é claramente inferior.

Fonte: Mais Futebol

Humor - Árbitro tenta admoestar jogador, cai e derruba outro (Vídeo)

Durante a partida entre o Dínamo de Kiev e Anorthosis o árbitro acabou por ser uma das principais figuras...

O árbitro ao tentar rapidamente mostrar o cartão amarelo a um jogador, que assinou uma violenta entrada, acabou por cair no chão e depois provocou a queda de outro.

Veja o vídeo:


Fonte: A bola

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Pedro Proença em Entrevista (Vídeo)

Pedro Proença diz que a imagem do Apito Dourado já está limpa junto da UEFA. O árbitro português que apitou a final do último Europeu garante que a arbitragem nacional recuperou a credibilidade junto das instâncias internacionais. Pedro Proença considera-se um privilegiado por ter dirigido a final do Euro 2012 e revela sua ambição de arbitrar a final do Mundial.

Veja o Vídeo de seguida.

 Fonte: SIC

 

terça-feira, 3 de julho de 2012

O enorme fair play de Iker Casillas (video)

Iker Casillas deu este domingo um enorme gesto de fair play durante a final do Euro'2012. Com o marcador em 4-0, o capitão espanhol dirigiu-se a Jorge Sousa, um dos árbitros de baliza, pedindo o término do jogo, falando em "respeitar o rival". Pedro Proença pode não ter ouvido o pedido, mas logo a seguir finalizou a contenda.



Fonte: Record

Governo recebeu seleção de atletismo mas não Proença

Ao chegar a Lisboa, depois de ter dirigido a final do Euro2012, Pedro Proença lamentou que não estivesse ninguém do Governo a receber a equipa de arbitragem por si liderada, e composta também por Bertino Miranda, Ricardo Santos, Duarte Gomes e Jorge Sousa. Curiosamente, os árbitros portugueses não se cruzaram por pouco com o Secretário de Estado do Desporto. 

Alexandre Mestre chegou ao aeroporto de Lisboa muito pouco tempo depois, para receber a seleção de atletismo, que participou nos Europeus de Helsínquia. Confrontado com o lamento de Proença, o Secretário de Estado argumento que o Governo «transmitiu os parabéns pela forma como a equipa de arbitragem esteve no Europeu, e por ter chegado ao cume, com a presença na final. Estou aqui para dar os parabéns aos atletas. Também já o fizemos em relação a Pedro Proença e ao futebol, em geral.»

«Não é uma questão de opção. O Governo deu, atempadamente, os parabéns à equipa de arbitragem», reforçou depois Alexandre Mestre, que deu conta ainda dos planos para homenagear Pedro Proença e os seus auxiliares em breve. «Temos algumas sugestões, e estamos a aferir. A APAF já nos falou nesse sentido. Vamos ver quando podemos fazer essa homenagem. Como português, estou muito satisfeito. O árbitro é um agente desportivo que merece toda a atenção», afirmou.

Em relação às três medalhas conquistadas nos Europeus de Atletismo (ouro para Dulce Félix, prata para Patrícia Mamona e bronze para Sara Moreira), o Secretário de Estádio do Desporto deu conta da sua satisfação. «Merecem o tributo de todos os portugueses, e do Governo em particular», começou por dizer, antes de mostrar confiança no futuro: «Temos aqui um conjunto de atletas que prometem bastante. Homens e mulheres que nos honram.»


Fonte: Mais Futebol

Árbitro Pedro Proença aplaudido na chegada a Lisboa


"Foi um grande momento para a arbitragem portuguesa, apesar de, entre as 12 equipas [de arbitragem] presentes na fase final, a nossa ser quase a única que é amadora e, ainda assim, merecer a confiança da UEFA", sublinhou o árbitro na chegada ao aeroporto de Lisboa.

Para Pedro Proença, "há que pensar a arbitragem e a sua estrutura e de uma vez por todas perceber que os árbitros podem ser profissionais".

Na chegada a Lisboa, o árbitro internacional admitiu que o jogo de domingo foi "o ponto mais alto" da sua carreira, na mesma época em que também dirigiu a final da Liga dos Campeões. 

"Foi, até agora, o ponto mais alto da minha carreira. Depois da final da Liga dos Campeões, ter o privilégio de arbitrar a final do Europeu", afirmou Pedro Proença na chegada ao aeroporto de Lisboa. 
Pedro Proença liderou a equipa, composta por Bertino Miranda, Ricardo Santos, Jorge Sousa e Duarte Gomes, na recente fase final do Euro2012, no qual Portugal "caiu" nas meias-finais, através do desempate por penalidades, diante da futura bicampeã, Espanha, que goleou a Itália (4-0) na final.  


Fonte: Visão

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Núcleo de Árbitros de Futebol do Distrito de Viana do Castelo venceu o X Torneio APAF

O Núcleo de Árbitros de Futebol do Distrito de Viana do Castelo foi o grande vencedor do X Torneio da APAF, que se realizou em Porto de Mós, ao derrotar na final o Núcleo de Árbitros de Futebol Francisco Guerra (Porto), por 7-2.

No terceiro lugar ficou o Núcleo de Árbitros de Futebol de Almada Seixal que derrotou o Núcleo de Árbitros de Futebol de Lisboa, por 2-1.

O torneio deste ano teve como patrono o antigo árbitro Carlos Amado que ficou feliz com a homenagem e salientou o ´espirito de fair-play que imperou na prova´.

O Núcleo de Árbitros de Futebol do Distrito de Viana do Castelo venceu pela segunda vez este campeonato e dedica assim este titulo ao seu colega e amigo Paulo Nobre - "Jonas" que infelizmente faleceu no ano passado devido a um catastrófico acidente.

Podem consultar com mais detalhe a organização de todo o torneio aqui.

Fonte: APAF

Proença considera que "melhor era impossível"

Pedro Proença faz um balanço muito positivo da participação no Euro 2012, considerando que, ao dirigir a final da prova, "melhor era impossível".

"Arbitrei a final, por isso, melhor era impossível. A nossa equipa foi a única amadora no Europeu e, apesar disso, recebeu a confiança da UEFA. É sinal de que trabalhámos bem", salientou o árbitro português, que dirigiu o Espanha-Itália (4-0), no domingo, em Kiev.

Por outro lado, à chegada a Lisboa, e perante uma recepção calorosa de algumas dezenas de pessoas, Proença aproveitou para agradecer os elogios feitos por Luisão, através da conta do Twitter.

"Conheço bem o Luisão. É um grande profissional e agradeço-lhe as palavras", comentou.

Fonte: Renascença

Platini: «Cinco árbitros aumentaram qualidade do jogo»

O presidente da UEFA, Michel Platini, classificou o Europeu na Polónia e na Ucrânia como um "sucesso total", acrescentando que a utilização de cinco árbitros "aumentou a qualidade dos jogos".

"As equipas de arbitragem com cinco elementos atuaram como dissuasores, ajudando a acabar com as simulações na área e a reduzir significativamente os "agarrões" nas jogadas de bola parada", disse Platini, em resposta às perguntas dos utilizadores do site oficial da UEFA.

Platini considerou também que a Polónia e a Ucrânia "mostraram ao mundo inteiro que podem organizar este tipo de eventos e devem estar orgulhosas do trabalho que fizeram, assim como do resultado final".

Quando questionado sobre qual teria sido o melhor jogador do Euro2012, Platini recusou a ideia de que tenha havido um futebolista que se tenha mantido acima dos restantes, mas sim "um grupo de grandes jogadores que foram capazes de jogar este grande torneio".

Em alusão ao próximo Europeu, que se vai disputar em França, em 2016, Platini destacou a determinação da UEFA em demonstrar que a prova terá "24 equipas com o nível técnico necessário para entrar numa fase final destas" e apontou a "técnica e a frescura física" como as aptidões básicas para ganhar um torneio deste tipo.

Fonte: Record

Até Luisão deu os parabéns a Pedro Proença



Mal terminou a final do Euro'2012, o benfiquista Luisão fez questão de dar os parabéns à equipa de arbitragem liderada por Pedro Proença, e onde também estavam Bertino Miranda, Ricardo Santos, Jorge Sousa e Duarte Gomes. "Parabéns à equipa de arbitragem portuguesa que representou Portugal muito bem nessa final", escreveu o capitão dos encarnados na sua conta de Twitter.
Fonte: O Jogo

Fernando Gomes felicita seleção e Pedro Proença


Fernando Gomes esperou pelo final do Europeu 2012 para felicitar, em comunicado, a seleção nacional e Pedro Proença.
Num documento intitulado 'Obrigado a todos', publicado no site da Federação Portuguesa de Futebol, o presidente da entidade começa por sublinhar a "excelente participação" do conjunto de Paulo Bento.
A prova, segundo o dirigente, devolveu à seleção "o seu maior capital: o orgulho e o entusiasmo de todos os portugueses".
Fernando Gomes recorda também a presença da equipa de arbitragem liderada por Pedro Proença na final entre Espanha e Itália.
Comunicado de Fernando Gomes:

Fonte: Relvado

LPFP: Nomeações dos árbitros terão de ser divulgadas



O novo regulamento de Arbitragem da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), que vigorará na época 2012/13, obriga ao anúncio das nomeações dos árbitros até 48 horas antes da data dos jogos para os quais estão nomeados. 
Segundo o documento, divulgado esta segunda-feira na página oficial da LPFP, o artigo oitavo (Competência) refere, na sua alínea g), que compete à Secção Profissional do Conselho de Arbitragem (CA) "publicar as nomeações e constituição das equipas de arbitragem até 48 horas antes da data do jogo para o qual estão nomeadas". 
O regulamento anterior era omisso em relação a esta matéria, que foi assunto público, na época passada, a partir do momento em que o CA da Federação Portuguesa de Futebol, dirigido por Vítor Pereira, deixou de anunciar com antecedência os juízes designados, fazendo-o no próprio dia dos jogos.
Fonte: Record

domingo, 1 de julho de 2012

A maior das honras

Estar numa final de um Campeonato da Europa poderá ser um momento único da carreira de um jogador, o mesmo se aplicando a um árbitro.

Entrevista: Proença pronto para o ponto alto da carreira

"Finalmente atingi o auge como árbitro"

Humor: Árbitro rouba a bola e tenta marcar golo durante o jogo

Um episódio insólito ocorreu durante uma partida entre o Aravaca e o Mostoles, no escalão de infantis da MadridSur Cup 2012. Já perto do final, o árbitro da partida tentou dar uma ajudinha ao Mostoles, que perdia por 0-13, mas o seu intento acabou por embater na barra...


Fonte: Record

Duas soluções de tecnologia de baliza passaram os testes

Dois sistemas de tecnologia para a linha de baliza, o Hawk-Eye e o GoalRef, passaram nos testes científicos impostos pelo International Board.

Os resultados dos testes foram suficientemente positivos para convencer mesmo os membros mais cépticos do International Board (IB), escreve o diário britânico “The Guardian”, citando fontes do organismo que rege as leis do futebol.

O IB sublinha, no entanto, que o sistema que vier a ser aprovado será um auxílio para o árbitro e não um meio de decisão autónomo. O árbitro continuará a ter a última palavra.

Está marcada uma reunião para dia 5 de Julho em Zurique, onde será tomada uma decisão sobre o tema.

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, admitiu após a não validação de um golo à Ucrânia (num lance em que a bola ultrapassa a linha) que a introdução de tecnologia no futebol “já não é uma alternativa mas sim uma necessidade.”

Fonte: Publico