sexta-feira, 29 de abril de 2011

Nomeações FPF



Já se encontram disponíveis as nomeações para os campeonatos nacionais a disputar dos dias 30/4/2011 a 1/5/2011.
NI. 063
Fonte: FPF

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Um exemplo de superação na arbitragem


A voz doce e o jeito pausado de falar escondem uma personalidade forte e decidida. Rosalie Tempa Ndah François é uma empreendedora que trabalha para dignificar o papel da mulher. E a melhor maneira de fazer isso é dar o exemplo. Empresária, instrutora, directora de um projecto cinematográfico africano e assistente de arbitragem em jogos internacionais. Precisa de mais?
Aos 38 anos, Ndah François viverá algo que ela mesma descreve como "um sonho". Ela foi escolhida para fazer parte do grupo de arbitragem que apitará os jogos da Mundial Feminino da FIFA Alemanha 2011 (ver aqui) . "Até hoje, o meu melhor momento como árbitra tinha sido nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008". "Fiquei muito orgulhosa e feliz por representar o meu país e as minhas colegas da África."

Por trás do sucesso desta mulher do Benin, existe uma grande história de trabalho, esforço e dedicação. Decidida a romper qualquer preconceito, Ndah François é o exemplo de alguém que trilhou o próprio caminho num ambiente hostil para o género feminino.
"Não é fácil abrir caminho no futebol na África, principalmente em países muçulmanos", contou a árbitra, que é mãe de uma menina. "É preciso ser forte porque há muitas barreiras culturais e religiosas. De qualquer maneira, estamos a dar grandes passos em direcção à tolerância. As pessoas começam a entender que no futebol existe espaço para todo mundo. Já não é tão difícil como antigamente. Quando eu comecei, não nos deixavam ir a um estádio."

Ela começou a jogar futebol na escola, entre os meninos, e foi um treinador quem lhe sugeriu que se tentasse formar como árbitra. Foi o que ela fez: passou nos testes e em 2003 obteve a licença internacional da FIFA como assistente de arbitragem. "O mais difícil no Benin é encontrar uma oportunidade de dirigir jogos de alto nível, porque não há muitos torneios femininos consolidados", explicou. "É fundamental contar com o apoio da FIFA, que oferece cursos e torneios que nos ajudam a melhorar e, ao mesmo tempo, nos dá um modelo de trabalho para quando voltamos para casa."

Versatilidade
E quando está em casa, ela tem de encontrar o difícil equilíbrio entre os treinos, a família e as actividades profissionais. "Trabalho no 'Cinema Digital Ambulante' (www.c-n-a.org), que é uma rede internacional de associações que projecta filmes na zona rural e em bairros humildes dos centros urbanos de Benin, Burkina Fasso, Mali e Níger", contou Ndah François, que é a responsável pela associação em território beninense. 
"O trabalho está dirigido a pessoas que não têm acesso à cultura. Por meio dessas projecções, tentamos conscientizar e sensibilizar sobre os problemas mais graves que afectam o povo africano, como os casamentos arranjados e as questões das crianças."

Como se não bastasse, ela tem o seu próprio negócio: um salão de cabeleireiras. "Funciona também como uma escola, onde damos formação a mulheres que, depois de superarem exames de nível técnico, podem se estabelecer por conta própria", explicou. "Mas é claro que, nas concentrações internacionais com árbitras, alguma delas pedem-me para fazer as típicas tranças africanas", contou rindo.

Tantas actividades simultâneas revelam um espírito inquieto, uma personalidade forte e empreendedora. "É uma questão de se organizar bem para que dê tempo de fazer tudo", disse. "Não posso desperdiçar um instante sequer." No entanto, os gestos e o tom de voz desta mulher continuam a ser pausados e serenos. E essa serenidade é a sua principal ferramenta para encarar o lado mais complicado do seu trabalho dentro do terreno de jogo. "O mais difícil durante um jogo é que as decisões são tomadas em segundos, constantemente", afirmou. "Uma vez que você decide, precisa seguir em frente. Não pode ficar a pensar nas situações que já aconteceram. Você apita e vai em frente."

Agir e seguir em frente parece ser a filosofia desta mulher que nunca pára. Na vida diária, ela também é daquelas que faz, mas sem deixar de olhar para frente, para novos projectos. "Tenho vontade de trabalhar na formação de jovens árbitras do meu país, para que possam ser como eu e mais do que eu", disse. "O futebol e a arbitragem não são apenas para os homens; o desporto é para todos. As mulheres africanas começam a entender que não devem ficar em casa com as crianças a fazer comida para os maridos. É preciso que haja mais exemplos para que elas se possam envolver noutras actividades. Quero trabalhar no Benin para o desenvolvimento da arbitragem feminina."

Com um currículo desses, não há dúvidas de que ela conseguirá. Porque, mesmo que nos campos prefira ficar junto a linha lateral, Rosalie Tempa Ndah François é uma protagonista no trabalho de dar dignidade às mulheres, no futebol e na vida. Um grande exemplo.

Fonte: FIFA

Árbitras nomeadas para o Campeonato do Mundo na Alemanha


O Comité de arbitragem da FIFA, presidido pelo espanhol Ángel María Villar Llona, nomeou as 16 árbitras e 32 árbitras assistentes que apitarão os jogos do Mundial Feminino da FIFA na Alemanha, além de três profissionais que cumprirão exclusivamente a função de quarto árbitro na competição que será disputada entre os dias 26 de Junho e 17 de Julho.
A preparação da arbitragem para a Alemanha 2011 começou há quatro anos, logo após o encerramento do Mundial na China. A pré-lista contendo mais de 500 árbitras de todo o mundo foi reduzida a 110 nomes no fim do ano passado, antes que o processo de seleção entrasse na reta final.
Para determinar as árbitras que viajarão à Alemanha a meio do ano, a FIFA implementou um extenso programa de monitoramento e avaliação em torneios nacionais, continentais e internacionais nas seis confederações afiliadas à entidade. Além disso, as árbitras foram avaliadas em diversas sessões de treino prático e interactivo e passaram por testes regulares de aptidão física, conhecimento das Regras do Jogo e domínio da língua inglesa. A última avaliação conduzida pela FIFA aconteceu durante o Algarve Cup, disputado em Portugal no início de Março (ver aqui).
A directora adjunta do Departamento de arbitragem da FIFA, Sonia Denoncourt, supervisionou a preparação das árbitras. "Muitas dessas mulheres sacrificaram as suas carreiras ou adiaram os planos de ter filhos para realizarem o sonho de arbitrar num Mundial, portanto receber essa confirmação é uma recompensa pelo árduo esforço de todas elas", afirmou a canadense, que apitou na Copa do Mundo Feminina da FIFA em 1995, 1999 e 2003 e no Torneio Olímpico de Futebol Feminino em 1996 e 2000.
"A diferença nas estruturas e ferramentas de apoio é enorme em relação a 1995, quando a maioria dos árbitros eram homens — apenas seis mulheres estavam na lista final, contando comigo", comparou Denoncourt. "Na lista final deste ano, a maioria arbitrou no Mundial ou nos Jogos Olímpicos anteriormente e, com o apoio da equipa técnica, dos preparadores físicos, fisioterapeutas e psicólogos, fizemos o possível para assegurar que elas cheguem à competição no auge da forma. Esta é a nossa vontade, mas é também a vontade das equipas."
A participação das árbitras no Mundial alemão estará sujeita aos resultados de um último teste de preparação física a ser realizado em Frankfurt cerca de uma semana antes da partida de abertura, que acontecerá no dia 26 de Junho no Estádio Olímpico de Berlim.

As árbitras nomeadas para o Mundial encontram-se no documento seguinte:

FIFA Women's World Cup Germany 2011

Fonte: FIFA


Sandra Bastos em formação na UEFA

A árbitra internacional, Sandra Bastos, foi convocada para no Curso da UEFA para Árbitras Internacionais, que decorrerá em Nyon, entre os dias 11 e 13 de Maio.

Fonte: FPF

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Nomeações para a 28ª jornada da Liga Zon Sagres e 26ª Jornada da Liga Orangina




A Comissão de Arbitragem (CA) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quarta-feira, o quadro de árbitros nomeados para a 28ª Jornada da Liga Zon Sagres e para a 26ª Jornada da Liga Orangina.

28ª jornada da Liga Zon Sagres
P. Ferreira - V. Guimarães = Bruno Esteves
Sporting - Portimonense = Duarte Gomes
Beira-Mar - Rio Ave = André Gralha
Naval - Nacional = Hugo Miguel
Braga - Leiria = Bruno Paixão
Marítimo - Académica = Jorge Ferreira
Olhanense - Benfica = Vasco Santos
V. Setúbal - Porto = Rui Costa

26ª da Liga Orangina
Moreirense - Oliveirense = João Ferreira
Freamunde - Trofense = Paulo Baptista
Covilhã - Varzim = Cosme Machado
Feirense - Fátima = Manuel Mota
Arouca - Estoril = Luís Catita
Leixões - Aves = Hélder Malheiro
G. Vicente - Belenenses = Marco Ferreira
Sta. Clara - Penafiel = Diogo Santos


Fonte: LPFP

Árbitro fã de Messi envolto em polémica!

Não é apenas no futebol português que acontecem as mais diversas polémicas em torno das nomeações de arbitros. Pedro Proença, o melhor árbitro português na época passada, estava na calha para apitar o clássico desta noite entre Real Madrid e Barcelona mas a UEFA preferiu Wolfgang Stark, aquele que é considerado o pior árbitro alemão da atualidade, tendo em conta uma consulta feita pela revista “Kicker” a 286 jogadores da Bundesliga.


A eventual nomeação de um árbitro português – como tudo parecia apontar – não caiu bem junto do Barcelona que lembrou a exibição de Olegário Benquerença, na época passada em San Siro, quando Mourinho defrontou o Barcelona ao serviço do Inter Milão. Mas Stark também não colhe consenso junto dos merengues que lembram a admiração pública que o juiz germânico expressou por Lionel Messi. No recente Campeonato do Mundo, o árbitro alemão pediu mesmo a camisola do astro argentino, considerado em 2010 como o melhor jogador do Mundo. “É um prazer vê-lo jogar”, afirmou Stark, numa declaração que pode ser polémica apenas por se tratar de um árbitro profissional.

Fonte: Record


terça-feira, 26 de abril de 2011

Conheça a história do homem que revolucionou a arbitragem mundial

O árbitro Italiano Pierluigi Collina nasceu em Bolonha, no dia 13 de Fevereiro de 1960. De acordo com a Fifa é o melhor árbitro de todos os tempos incontestavelmente. Fez a sua estréia oficial, na principal liga italiana de futebol, no dia 15 de Dezembro de 1991, na partida entre Verona e Ascoli. Em 1995, Collina já havia apitado 43 jogos na elite do futebol Italiano e em função disso, o juiz foi promovido ao quadro Fifa. No auge da carreira, Pierluigi apitou a final da Copa do Mundo em 2002, realizada na Coréia do Sul e no Japão, onde o Brasil conquistou o pentacampeonato.
Collina foi considerado o melhor árbitro de futebol do mundo durante cinco anos seguidos, de 1998 a 2003. O primeiro contato com o futebol deu-se como jogador, ainda na infância, num pequeno clube de Bolonha chamado: Don Orione, pertencente à uma igreja local. Pierluigi Collina jogou poucas vezes na condição de titular, situação que se manteve quando passou a representar aos 15 anos, o Pallavicini, também de Bolonha, onde atuava como meio-campo. Enquanto jogador destacou-se por ser expulso freqüentemente nos jogos, no entanto, uma lesão grave o impediu de continuar jogando futebol. Para os italianos Collina é um símbolo nacional, é reconhecido e respeitado tanto ou mais que os principais jogadores do seu país.
Pierluigi chegou ao topo de sua carreira, quando foi designado pela Fifa para apitar a final da Copa do Mundo de 2002 na Alemanha. Tido como um dos melhores e mais bem preparados apitadores do planeta, o carequinha simpático em entrevista ao Voz do Apito, afirmou que o preparo do árbitro é fundamental antes de uma competição desse nível: “ - A pressão é enorme e as cobranças também. Não existe nenhum segredo, apenas o óbvio. Treine e dedique-se”. – Disse.
“O árbitro de futebol não pode parar no tempo”
Pierluigi Collina.

O Italiano é totalmente a favor da tecnologia no futebol. Indagado sobre esse tema, Collina disse que muitos comentaristas ao término dos jogos, criticam o árbitro ao extremo e com o uso da tecnologia, tudo poderia ser diferente: “ - Imagine um motorista que dirige um ônibus velho, e ao longo dos anos, passa dirigir um ônibus novo, com certeza seu desempenho profissional seria melhor. Mesma coisa um médico que antes operava com equipamentos desgastados e nos dias atuais, utiliza novos aparelhos. O futebol está cada vez mais moderno e o árbitro de futebol não pode parar no tempo”. Concluiu.
A idéia que surgiu no Rio de Janeiro será seguida pela Uefa em 2012 na Eurocopa. Segundo Pierluigi, a utilização dos cinco árbitros no campo de jogo é necessária, porém, deve passar por alguns ajustes: “- Gosto disso e já solicitei que a Uefa faça um pedido à International Football Association Board (Ifab), para colocarmos em prática na Euro 2012. Certamente é um exemplo a ser seguido.” – Destacou.
Um tema um pouco delicado tomou conta de nosso bate papo. Ao tocar no assunto sobre a proteção policial que o ex-árbitro recebe do governo local, Collina foi categórico: “ - Vivi a vida toda no futebol. Infelizmente existem pessoas que agem dessa forma. Fui ameaçado e percebi que minha integridade física estava em risco, por isso, desde 2007, ando 24 horas com proteção policial.
Poucos sabem, mas Collina sofre de uma doença chamada alopecia, que causa a queda de todos os pelos do corpo. Perguntado sobre isso, arregalando seus olhos azuis o árbitro apenas disse: “- Não me sinto diferente de ninguém. Vivo normalmente e graças a alopecia, não preciso comprar barbeadores”. Brincou.
Logo após a entrevista, Pierluigi mandou um grande abraço a todos os brasileiros e deixou um recado para os novos talentos na arbitragem:
“- Sejam firmes e disciplinados. Dedicação e obediência em primeiro lugar” – finalizou.

Fonte: http://apitodobicudo.blogspot.com/
Escrito em Português do Brasil

Champions League: Pré-nomeação de Proença gera polémica em Espanha


A polémica em Espanha em torno da pré-nomeação de Pedro Proença para uma das meias-finais da Liga dos Campeões ainda dá que falar. Ainda hoje, a imprensa de Madrid faz alusão a um certo tipo de pressões do Barcelona, para que Proença não dirigisse o jogo de amanhã no Santiago Bernabéu.
A verdade é que, Proença continua pré-nomeado para uma semi-final, sobrando neste caso, os jogos da segunda-mão. Ao que apuramos, o árbitro de Lisboa deve dirigir o Manchester United-Schalke 04, de amanhã a uma semana em Old Trafford. 

Segundo Luís Guilherme, presidente da APAF, era desejável que o exemplo da UEFA, nomeando com duas a três semanas de antecedência, fosse seguido em Portugal.

Luís Guilherme reforça a importância da nomeação de Pedro Proença e considera que, muito em breve, um árbitro português vai dirigir uma final europeia.

Fonte: Renascença

Craig Thomson apita Benfica-SC Braga

A UEFA designou o escocês Craig Thomson como árbitro do encontro entre Benfica e SC Braga, referente à primeira mão das meias-finais da Liga Europa, marcado para quinta-feira, no Estádio da Luz.

Craig Thomson será auxiliado por Francis Andrews e Graham Chambers, tendo Bobby Madden como quarto árbitro. Alan Muir e Calum Murray serão os juízes de baliza.

Thomson, de 39 anos, é internacional desde 2003 e esta época já dirigiu a recepção do Benfica ao Lyon (4-3), na fase de grupos da Liga dos Campeões (aqui), e a deslocação do FC Porto a Sevilha, nos 16 avos-de-final da Liga Europa (aqui).

Em 2008/09, o escocês apitou o jogo entre o Sp. Braga de Jorge Jesus e o Paris Saint-Germain, disputado no Minho e ganho pelos franceses por 1-0.

Fonte: A Bola

Árbitro holandês, Bjorn Kuipers, no FC Porto-Villarreal

O holandês Bjorn Kuipers é o árbitro designado pela UEFA para apitar o encontro entre FC Porto e Villarreal, na quinta-feira, referente à primeira mão das meias-finais da Liga Europa.

Bjorn Kuipers terá como auxiliares Sander van Roekel e Berry Simons, sendo Pol van Boekel o quarto árbitro. Richard Liesveld e Ed Janssen serão os juízes de baliza.

Bjorn Kuipers, de 38 anos, e internacional desde 2006, já arbitrou nesta época o Dínamo Kiev- Sp. Braga (1-1) dos quartos-de-final da Liga Europa (ver aqui). Na temporada passada, este holandês dirigiu a visita do Benfica a Liverpool, que os «reds» venceram por 4-1, nos quartos-de-final da Liga Europa.

Fonte: A Bola

Árbitros portugueses de basquetebol estão em greve!

Os árbitros, comissários e oficiais de mesa de basquetebol estão em greve a partir de hoje e por tempo indeterminado.


Segundo um comunicado emitido, ao princípio desta madrugada, pela Associação Nacional de Juízes de Basquetebol (ANJB), esta entidade entendeu avançar para a medida de luta extrema – «falta de comparência» dos juízes nos encontros respeitante a campeonato nacionais, pode ler-se – pela falta de soluções da Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) para o pagamento de quatro meses de subsídios em atraso.

Desta forma, as meias-finais da Liga estão em risco de não se realizarem ou, no limite, os jogos FC Porto-V. Guimarães e Benfica-Académica, previstos para sexta-feira e domingo, poderão ser dirigidos por juízes que não os nomeados pelo Conselho de Arbitragem da FPB.

Eis o comunicado na íntegra:
«Na sequência dos diversos contactos estabelecidos com a Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) no sentido do regular cumprimento do Protocolo assinado entre as nossas entidades, os quais não obtiveram qualquer resultado, e apesar do entendimento óbvio, por parte da Direcção da Associação Nacional de Juízes de Basquetebol (ANJB), para as dificuldades causadas pela actual crise económica e financeira que o país atravessa, é para nós insustentável que continuem os Juízes a adiantar, e já vão 4 meses, as verbas para as suas deslocações aos recintos de jogo, sabendo ainda que estas não são alteradas há 3 épocas, que os combustíveis têm aumentado todos os dias, assim como mais e mais caras portagens em todo o país.
Vivemos momentos delicados e incomportáveis, que nos obrigam a retirar dos nossos orçamentos familiares as verbas para as deslocações para os recintos de jogo. Por sua vez, a Federação persiste em dilatar os prazos de pagamentos por si anunciados, e mantém-se fechada ao diálogo, não comunicando com os Juízes e ignorando as nossas comunicações.
A Direcção da ANJB, interpretando fielmente a vontade de todos os Juízes Nacionais, em reunião ocorrida durante a Final 8 em Fafe, no passado mês de Março, vê-se assim obrigada a tomar uma medida de impedimento do normal desenrolar dos Campeonatos Nacionais, a partir do dia 26 de Abril de 2011, que consiste na falta de comparência dos Juízes nestas competições.
Alertamos por este meio as autoridades políticas, desportivas e a população em geral, que, não sendo uma atitude que se coadune com a nossa postura sempre séria perante a modalidade, é uma medida prévia e reiteradamente anunciada às instâncias competentes e nunca tida em consideração.
A Direcção
José Cassapo
Presidente da Direcção

Fonte: A Bola

Pedro Proença ficou de fora na 1.ª mão das meias-finais

Não haverá um português a arbitrar na 1.ª mão das meias-finais da Liga dos Campeões. Em Barcelona, nos últimos dias só se discutiu o nome de Pedro Proença mas o juiz não foi nomeado nem para o Real-Barcelona nem para o Schalke 04-Man. United.


O espanhol Carlos Velasco Carballo vai dirigir o Schalke 04- Man. United, marcado para terça-feira. Quarta-feira, no Santiago Bernabéu vai estar o alemão Wolfgang Stark.

A polémica na Catalunha, em torno de Pedro Proença, prendia-se com o trabalho de Olegário Benquerença, na época passada, na 1.ª mão com o Inter de Mourinho, alvo de forte contestação culé.

“O treinador do Real Madrid ficará muito contente. Já ficou no ano passado”, ironizou Guardiola. E nem o facto de Pedro Proença já ter expulso Mourinho duas vezes, em 2002/03, quando orientou o FC Porto, afasta a desconfiança catalã. “O nosso jogo vai depender muito do árbitro”, referiu domingo Valdés.

Fonte: Record

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Suécia: árbitro com perda parcial de audição e jogo suspenso


O encontro entre o Syrianska e o AIK, da quinta jornada da liga sueca, foi hoje suspenso aos 20 minutos, depois de um petardo ter provocado a perda parcial da audição de um árbitro auxiliar.


Daniel Wärnmark foi transportado ao hospital e os maiores suspeitos pelo rebentamento do petardo são os adeptos do clube da capital, o AIK, já que o incidente ocorreu logo depois da expulsão do avançado Teteh Bangura, quando os visitantes já perdiam por 1-0.

O árbitro Martin Strömbergsson decidiu suspender o encontro e os novos alvos da fúria dos adeptos do AIK foram os rivais. A situação só ficou controlada com a intervenção das forças policiais.

A federação sueca ainda não divulgou quando será tomada uma decisão sobre o jogo, mas existe a possibilidade de o AIK ser punido com a perda de seis pontos, caso seja provado que o ataque partiu dos seus adeptos.

domingo, 24 de abril de 2011

Pedro Proença: «Quando tomo as decisões não tenho dúvidas»


Pedro Proença, árbitro da final da Taça da Liga, mostrou-se globalmente satisfeito com a exibição da sua equipa de arbitragem no encontro entre Benfica e Paços de Ferreira. O juiz lisboeta admitiu ainda não ter tido qualquer dúvida na marcação da grande penalidade a favor dos pacenses.
"A festa foi muito bonita e acho que o futebol saiu prestigiado e quando assim é temos de estar satisfeitos. Demos o nosso melhor, obviamente sempre expostos à crítica e ao escrutínio, mas a vida de árbitro é assim mesmo", começou por referir o juiz lisboeta, em declarações à TSF.
"Quando tomo as decisões não tenho dúvidas. Mas é óbvio que depois poderei refletir melhor. Foi um jogo tranquilo, um jogo desportivo, as duas equipas respeitaram-se e o resultado esteve sempre incerto. Quando assim é temos de nos sentir satisfeitos", acrescentou.

Fonte: Record

Vítor Pereira assume «falha de comunicação» com o Conselho de Arbitragem

O presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, Vítor Pereira, assumiu que existiu uma falha de comunicação com o Conselho de Arbitragem no processo de nomeação para o árbitro do Benfica-FC Porto, da Taça de Portugal, e prometeu esclarecer todo o caso após a final da Taça da Liga.

«Houve uma falha de comunicação entre os dois órgãos que tutelam a arbitragem da Liga e da Federação, mas este não é o momento de dar explicações. Estaremos disponíveis para esclarecer noutra ocasião», afirmou Vítor Pereira esta sexta-feira, em Coimbra, ao lado de Pedro Proença, árbitro do Benfica-Paços de Ferreira.

Vítor Pereira explicou ainda a nomeação de Pedro Proença para a final da Taça da Liga:

«O critério para a nomeação existe há quatro anos, desde a primeira edição e é muito simples: a nossa escolha recai sempre sobre o primeiro árbitro classificado da Liga. Houve apenas uma excepção na segunda edição, com Lucílio Baptista, por ser um prémio de carreira. É o segundo critério», esclareceu o presidente da Comissão de Arbitragem da Liga.


Fonte: A Bola

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Luís Guilherme: "Carlos Xistra foi um herói!"

A afirmação pertence a Luís Guilherme, actual presidente da APAF, antigo líder da arbitragem na Liga de Clubes. Em entrevista a Bola Branca, o presidente da classe, critica também a entrevista de Carlos Esteves no dia seguinte ao "clássico".



A defesa do árbitro de Castelo Branco, por parte de Luís Guilherme, dadas as circunstâncias, nomeadamente as que rodearam a sua nomeação, como terceira escolha, após Olegário Benquerença e Pedro Proença.

Luís Guilherme alicerça a sua opinião no que conhece de Carlos Xistra, mas principalmente na conversa que manteve com ele, horas antes do Benfica-FC Porto.

Carlos Esteves, presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, revela hoje ao jornal A Bola os contornos da nomeação de Carlos Xistra, com pressões, rasteiras e ratoeiras. Segundo Luís Guilherme era dispensável.

Olegário Benquerença sustentou o pedido de dispensa para o clássico de ontem, argumentando que não estava psicologicamente preparado para dirigir o jogo.

Luís Guilherme, sem esclarecer o porquê de Benquerença “fugir” dos jogos do Benfica, sempre diz, que em Portugal os árbitros e as respectivas famílias, sentem na pele os seus desempenhos.

Fonte: RR

História da nomeação do árbitro para o Benfica - Porto da Taça de Portugal

Olegário Benquerença era o árbitro preferido pelo Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para dirigir o Benfica-FC Porto desta quarta-feira, mas pediu para não ser nomeado.

“Encontrei um Olegário Benquerença muito triste, abatido e aborrecido. Muito em baixo mesmo e pediu-me para não ser nomeado para o Benfica-FC Porto. Compreendi a situação e não ia nomear um árbitro para este encontro que não se sentisse em condições”, revelou Carlos Esteves, presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, em entrevista ao jornal “A Bola”.

Carlos Esteves revelou também que Carlos Xistra, o árbitro que efectivamente dirigiu o clássico, foi a terceira escolha. É que perante a recusa de Benquerença, o presidente do CA dirigiu as suas atenções para Pedro Proença.

No domingo, numa primeira abordagem – contou Carlos Esteves – Proença disse que Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, lhe tinha falado na hipótese de ser nomeado para a final da Taça da Liga no sábado, entre Benfica e Paços de Ferreira.

Na segunda-feira, no entanto, Proença ligou a Carlos Esteves para lhe dizer que afinal ainda não tinha sido nomeado para a final da Taça da Liga, pelo que o presidente do CA da Federação avançou para a sua nomeação para o Benfica-FC Porto.

Segundo Carlos Esteves, só depois de a FPF ter escolhido Proença para o clássico da Luz é que a Liga anunciou a nomeação do árbitro de Lisboa para o Benfica-Paços Ferreira, levando o responsável pela arbitragem federativa a recuar e a nomear Xistra para o Benfica-FC Porto.

Carlos Esteves mostrou-se ainda desagradado com o facto de a troca de Proença por Xistra ter sido noticiada nos jornais, antes do jogo de ontem. “Como é que isto aparece nos jornais? Quem é que deu a informação?”

Fonte: Público

quarta-feira, 20 de abril de 2011

GNR e ex-dirigente de Clube condenados por tentativa de corrupção

O tribunal de Vila Real condenou, com penas de multa, um ex- -dirigente do Colmeia (Montalegre) e um militar da GNR por co-autoria de um crime de corrupção na forma tentada. O tribunal vilarrealense deu assim como provado que, intermediado pelo militar, o dirigente desportivo terá tentado comprar um árbitro que ia apitar uma partida entre o seu clube e outra equipa.



O caso remonta a Janeiro de 2009, altura em que Pedro Carvalho, então dirigente do Associação Desportiva e Cultural A Colmeia, sedeada no Barracão, Montalegre, foi surpreendido pela PJ de Vila Real a entregar 150 euros ao árbitro que, no dia seguinte, iria apitar o jogo entre a equipa barrosã e o Régua B, ambas da Primeira Divisão Distrital da Associação de Futebol de Vila Real. A “compra” do juiz da partida terá sido intermediada por um GNR, também árbitro, Emanuel Fernandes. E o caso foi denunciado à PJ pelo próprio árbitro, que, depois de ter sido aliciado, terá passado a colaborar com a judiciária. No entanto, de acordo com a Lusa, o Tribunal invalidou este meio de prova, bem como o das escutas telefónicas. Os únicos meios de prova considerados foram os documentais e os produzidos pelas testemunhas. Terá sido, aliás, por essa razão, que apesar de estarem acusados do crime de corrupção activa desportiva, os dois arguidos acabaram apenas condenados pelo crime de corrupção na forma tentada.

Quanto às multas aplicadas, o Tribunal justificou o montante mais elevado aplicado ao militar, 1.200 euros, com a sua “dupla responsabilidade”, resultante da sua actividade profissional, tanto como guarda como de árbitro. Pedro Carvalho terá que pagar uma multa de 720 euros.

Em termos internos, o militar foi igualmente alvo de um processo disciplinar. No entanto, segundo disse à Lusa o Comando Territorial da GNR de Vila Real, só deverá haver decisão depois de conhecido o resultado definitivo do tribunal.

Fonte: Semanário Transmontano

Artur Soares Dias no Campeonato da Europa de Sub-17 na Sérvia

O jovem árbitro internacional portuense, Artur Soares Dias, foi nomeado para estar na fase final do Campeonato da Europa de Sub-17 que se vai realizar na Sérvia de 3 a 15 de Maio.

Confira os árbitros e árbitros assistentes nomeados para esta competição:

Pedro Proença dirige meia-final da Champions League

Pedro Proença vai apitar um jogo da primeira mão das meias finais da Liga dos Campeões depois de ter apitado o Bayern Munique - Inter (2-3) dos oitavos de final.

O árbitro lisboeta, Pedro Proença, está nomeado para apitar um dos encontros da primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões.
De acordo com a Rádio Renascença, o árbitro nomeado para a final da Taça da Liga, entre SL Benfica e Paços de Ferreira, vai dirigir um dos jogos da primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões.

Proença poderá arbitrar o Schalke 04-Manchester United da próxima terça-feira (terça-feira) ou, mais provavelmente devido ao facto de apitar em Portugal no Domingo, o Real Madrid-Barcelona (quarta).

O árbitro da AF Lisboa já tinha dirigido esta época um jogo dos oitavos de final da Liga dos Campeões entre o Inter e o Bayern Munique na Alemanha (2-3).

Carlos Xistra dirige hoje o Benfica - Porto para Taça de Portugal

Carlos Xistra foi o árbitro escolhido pela Federação Portuguesa de Futebol para dirigir o encontro entre o Benfica e o F.C. Porto, das meias-finais da Taça de Portugal.
O juiz de Castelo Branco será auxiliado por Venâncio Tomé (AF Setúbal) e Luís Tavares (AF Portalegre). Paulo Baptista (AF Portalegre) será o quarto árbitro.
Este é o segundo jogo grande que Xitra vai dirigir este ano, depois de ter arbitrado o Benfica-Sporting, da 5ª jornada da Liga, que terminou com um triunfo encarnado por 2-0.

No entanto, foi no Minho que as actuações de Carlos Xitra fizeram correr mais tinta. Na 7ª jornada, dirigiu o V. Guimarães-F.C. Porto (1-1), que terminou com expulsões de Fucile e André Villas-Boas. O treinador do Porto, de resto, foi muito crítico quanto à actuação de Carlos Xistra vindo, depois, a público admitir o erro de apreciação.
Mais recentemente, à 22ª jornada, dirigiu o Sp. Braga-Benfica (2-1), marcado pelo lance da expulsão de Javi Garcia, que motivou muitas críticas por parte dos encarnados.
Para além dos referidos jogos, o juiz albicastrense esteve no Desp. Aves-Benfica (0-4), da Taça da Liga, e no F.C. Porto-Marítimo (4-1), da 15ª jornada da Liga. Ao todo, dirigiu três jogos do Benfica, esta época, e dois dos F.C. Porto.
De resto, o primeiro jogo grande da carreira de Xistra aconteceu em 2004, quando apitou o Benfica-F.C. Porto, da Supertaça, que os dragões vencerem por 1-0, com golo de Ricardo Quaresma.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Pedro Proença dirige final da Taça da Liga

Pedro Proença é o árbitro nomeado para a final da bwin cup 2010-2011. A partida, marcada para o próximo sábado, entre Benfica e Paços de Ferreira, começará às 20h45, em Coimbra.


Bertino Miranda e Tiago Trigo serão os árbitros assistentes. Marco Ferreira será o quarto árbitro. A equipa de arbitragem da final da bwin cup 2010-2011 conta também com Alexandre Freitas (assistente 3).

Numa parceria da Comissão de Arbitragem da Liga com a APAF, voltará a ser feita a iniciativa «Árbitro por um dia», já desenvolvida nas três edições anteriores da final da Taça da Liga. Esta iniciativa visa contribuir para a promoção da adesão de jovens para a prática da arbitragem e consiste no convite a dois árbitros jovens, de ambos os sexos e com menos de 18 anos, para fazerem o acompanhamento da equipa de arbitragem que designada para a final da bwin cup 2010-2011.

Os jovens árbitros escolhidos foram Helena Barbosa, de 18 anos, da AF Viana do Castelo, e Miguel Nogueira, de 17 anos, da AF Braga. Ambos participaram no último encontro do Árbitro Jovem de 2010, em Rio Maior.

sábado, 16 de abril de 2011

Vitor Pereira deixa Restelo com escolta policial

O presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, Vítor Pereira, foi esta tarde duramente criticado pelos adeptos do Belenenses e abandonou o Estádio do Restelo com escolta policial.


Vítor Pereira assistiu à derrota (0-1) dos azuis com o Trofense e, no final do encontro da 25.ª jornada da Liga Orangina, foi alvo da contestação dos adeptos da equipa da casa.

O comandante da PSP responsável pela segurança do jogo, Joaquim Pais, considerou que a integridade física do dirigente poderia estar em causa, razão pela qual deu ordens para que o mesmo abandonasse o Restelo com escolta policial.

Fonte: A Bola

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Nomeações FPF



Já se encontram disponíveis as nomeações para os campeonatos nacionais a disputar dos dias 16/4/2011 a 17/4/2011.
NI59
Fonte: FPF

Kobe Bryant multado por insulto homofóbico

O base/extremo dos LA Lakers, Kobe Bryant, foi multado em 100 mil dólares (cerca de 70 mil euros) por um insulto homofóbico dirigido a um árbitro da NBA depois deste o ter castigado com uma falta técnica durante o jogo com os San Antonio Spurs, na passada terça-feira.

«O comentário de Kobe Bryant é imperdoável e intolerável. Todos na NBA sabem que estas palavras não fazem parte do nosso desporto nem da nossa sociedade», disse o patrão da NBA David Stern.

Já o 24 dos Lakers lamentou o sucedido e sublinhou que o que disse «não pode ser levado à letra» uma vez que foi «uma reacção a quente num momento de frustração». «Essas minhas palavras não reflectem os meus sentimentos em relação aos gays e lésbicas e não pretenderam ofender ninguém», disse.

O insulto não foi captado pelos microfones durante a transmissão do encontro, apenas foi perceptível nos lábios do jogador. A comunidade gay e lésbica apressou-se a exigir um pedido de desculpas a uma das maiores estrelas da maior liga de basquetebol do Mundo.

PS: Passando esta ideia para o futebol. Não seriam estas medidas uma boa acção para que os insultos e agressões ás equipas de arbitragem por parte do intervenientes do jogo parassem??? E se as imagens televisivas focassem menos os erros dos árbitros e dessem mais atenção a outros factores???
Pensem nisto....

Fonte: A Bola

Comunicado do NAF do Distrito de Viana do Castelo

O Núcleo de Árbitros de Futebol do Distrito de Viana do Castelo, tem vindo a ser informado pelos Árbitros nossos associados de agressões verbais e físicas por parte de atletas, treinadores e dirigentes de alguns clubes filiados na Associação de Futebol de Viana do Castelo pelo que repudia veementemente tais atitudes solidarizando-se incondicionalmente com os colegas que têm sido vítimas destes lamentáveis actos de violência.

Conscientes da gravidade dos factos, não podemos deixar de considerar que não é com atitudes desta natureza que o Fair-play, tão apregoado na teoria mas tão pouco aplicado na pratica, será cabalmente aplicado pois ataca irreversivelmente o RESPEITO que todos os intervenientes no espectáculo desportivo, que é o futebol, têm de obrigatoriamente de merecer.

É obvia convicção de todos nós que não é coagindo os Árbitros que os Clubes obtêm mais ou menos vitórias, servindo apenas estas atitudes para justificar as derrotas das equipas destes pseudo atletas-trinadores-dirigentes tentando assim atirar “areia para os olhos “ dos associados dos seus clubes e sair airosamente dos problemas em que se vêm envolvidos.

Cansados de serem maltratados fisicamente e enxovalhados na nossa honra e dignidade por pessoas (?) às quais não lhes reconhecemos competência para julgarem o nosso trabalho (da mesma forma que nós julgamos o deles), os Árbitros vão reunir em plenário para discutirem o assunto que se nos afigura grave e tomar medidas que visem de uma vez por todas acabar com estes procedimentos indignos.

Estaremos também atentos às consequências disciplinares instauradas pelo Exmo. Conselho de Disciplina da AFVC aos prevaricadores que, em nosso entendimento, deverão ser exemplarmente punidos pela gravidade dos actos praticados, pela sua reincidência e também como medida dissuasora para com aqueles cuja conduta nos campos de futebol é lamentavelmente reprovável.

A Direcção do NAFDVC



Fonte: APAF

Claque do árbitros


Nada de insultos contra a mãe do árbitro, muito menos gritos de ladrão. Um grupo peruano criou a “Hinchada del Arbitro” (“Claque do Árbitro”), que vai aos estádios somente para apoiar e incentivar o “homem de preto”.
Além de faixas, bandeiras e gritos de incentivo, a claque conta ainda com dois homens fantasiados de cartões amarelo e vermelho. O grupo tem como lema “Apoiamos quem outros não apoiam” e divulga seus vídeos pelas redes sociais. No Facebook, a página tem mais de 800 pessoas “curtindo”. Podem aderir a página do facebook  em http://facebook.com/lahinchadadelarbitro.
A primeira aparição da torcida foi na partida entre San Martin e León de Huanuco, dia 3 deste mês. Tudo leva a crer que trata-se de uma campanha de marketing de uma empresa peruana, mas aposto que os árbitros gostaram da ideia.
Fonte: Refnews

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Planeamento Provas início época 2011/2012 FPF (Árbitros e Observadores)

A Federação Portuguesa de Futebol divulgou hoje as datas dos cursos de aperfeiçoamento para a época 2011/2012.
Confiram do documento seguinte.
CO352 Cursos Aperfeicoamento Arbitragem
Fonte: FPF

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Nomeações para a 27ª jornada da Liga Zon Sagres e 25ª Jornada da Liga Orangina





A Comissão de Arbitragem (CA) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quarta-feira, o quadro de árbitros nomeados para a 27ª Jornada da Liga Zon Sagres e para a 25ª Jornada da Liga Orangina.



27ª jornada da Liga Zon Sagres
Académica - V. Setúbal = Jorge Sousa
Olhanense - P. Ferreira = Hugo Miguel
V. Guimarães - Marítimo = Vasco Santos
Rio Ave - Naval = Carlos Xistra
Leiria - Portimonense = Rui Costa
Benfica - Beira-Mar = Elmano Santos
Porto - Sporting = Artur Soares Dias
Nacional - Braga = Olegário Benquerença

25ª jornada da Liga Orangina
Belenenses - Trofense = Pedro Proença
Varzim - Arouca = André Gralha
Estoril - Sta. Clara = Jorge Ferreira
Moreirense - Feirense = Bruno Esteves
Penafiel - Covilhã = João Capela
Oliveirense - G. Vicente = Bruno Paixão
Aves - Freamunde = Hugo Pacheco
Fátima - Leixões = Cosme Machado

Fonte: LPFP

Luís Guilherme e Pedro Henriques defendem observadores


Luís Guilherme, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, em resposta às críticas do FC Porto sobre a avaliação de Duarte Gomes, afirmou que "os observadores têm larga experiência na função", como é o caso de Fernando Mateus, "que não é de forma nenhuma um impreparado, porque tem ultrapassado as provas a que é sujeito, portanto essa acusação, rejeitamo-la liminarmente".

O dirigente dos árbitros é de opinião de que "não temos o direito de fazer ataques a pessoas que nem sequer conhecemos.(...)O Porto pode não concordar com o relatório técnico, é um direito que lhe assiste, mas, nessa área, deve recorrer para as instâncias competentes". 


Já Pedro Henriques, que deixou a arbitragem no final da última época, devido à má classificação obtida, 23.º, entre 25, falou sobre o tema observadores, em entrevista ao jornalista João Vasco, da Antena 1.


Quanto a condicionamentos na avaliação, o ex-árbitro refere o estatuto do avaliado como um dos factores, já que a um "maçarico, recém-chegado à primeira categoria" são apontados todos os eventuais erros, o que não acontece com os "consagrados". 

Sobre Fernando Mateus, observador de Duarte Gomes no clássico da Luz, admitindo poder ter "errado na apreciação,(...)no exagero da nota" , Pedro Henriques considera-o "uma pessoa que já deu muitas provas das suas competências, uma pessoa capaz e uma pessoa intelectualmente honesta".

"Tentar passar a mensagem de que é um a pessoa ignorante que não está preparada, isso é falso, isso é mentira", assegurou.

"No contexto do clássico só havia duas hipóteses: ou tinha uma nota baixa ou uma nota alta, não havia meio termo. Porque se o observador, que está numa bancada, que pode recorrer às imagens televisivas", devendo mencionar no relatório que o fez, "que está a a 60,70 metros do campo, na maior parte das decisões ele acaba por ir ao encontro da decisão do árbitro", explica.

Lembrando a sua qualidade de oficial do Exército, Pedro Henriques considera que Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, já devia ter "dado o peito às balas", na defesa dos seus homens, especialmente "num jogo especial, num momento especial".


Fonte: RTP

terça-feira, 12 de abril de 2011

Comédia no futebol (Video)

Video com alguns momentos cómicos

Árbitro húngaro, Viktor Kassai, dirige o encontro entre Spartak Moscovo - FC Porto

Viktor Kassai foi o árbitro nomeado pela UEFA para dirigir na quinta-feira o encontro do FC Porto em Moscovo, diante do Spartak, segunda mão dos quartos-de-final da Liga Europa.

Kassai a ter como assistentes os compatriotas Gabor Eros, Gyorgy Ring, Istvan Vad (quarto árbitro), Mihaly Fabian e Tamás Bognar (árbitros adicionais).

O árbitro húngaro tem 35 anos e em Novembro passado esteve no nosso país a dirigir a vitória do SC Braga sobre o Arsenal (2-0) na fase de grupos da Liga dos Campeões. Antes, tinha apitado dois jogos do Benfica (vitória ante o Copenhaga e derrota frente ao Getafe) e um do Sporting (empate com a Fiorentina).



Fonte: A Bola

Árbitro sueco, Jonas Eriksson, arbitra Braga - Dínamo Kiev

O sueco Jonas Eriksson será o árbitro que na quinta-feira estará no Estádio Axa na recepção do SC Braga ao Dínamo Kiev, partida que decide uma vaga nas meias-finais da Liga Europa. 

Jonas Eriksson, que estará em Braga acompanhado por Stefan Wittberg, Mathias Klesenius, Stefan Johannesson (quarto árbitro), Daniel Stalhammar e Tobias Mattson (árbitros adicionais), já por diversas vezes apitou jogos de equipas portuguesas nas competições europeias, inclusivamente do SC Braga.

Na época 2007/2008 esteve no Estádio Axa a dirigir o encontro dos bracarenses diante do Bayern Munique, que terminou com igualdade a uma bola. Na época passada esteve na derrota caseira do FC Porto frente ao Chelsea (0-1) e na vitória do Benfica no Estádio da Luz frente ao Liverpool (2-1).

Fonte: A Bola

Alemão, Wolfgang Stark é o árbitro nomeado para dirigir o PSV Eindhoven - Benfica

UEFA nomeou equipa alemã, chefiada por Wolfgang Stark, para arbitrar o jogo do Benfica frente ao PSV Eindhoven, da segunda não dos quartos-de-final da Liga Europa.

Wolfgang Stark, de 41 anos, será coadjuvado por Jan-Hendrik Salver, Mike Pickel, Babak Rafati (quarto árbitro), Tobias Welz e Markus Wingenbach (árbitros adicionais).

Com longa experiência, Stark já dirigiu dois jogos do Benfica nas competições europeias, ambas no Estádio da Luz: em Outubro de 2007 derrota frente ao Shakhtar Donetsk (0-1) e também em Outubro do ano seguinte vitória frente ao Nápoles (2-0).



Fonte: A Bola

Assistente leva bolada nas “partes baixas” (Video)

Neste video o árbitro assistente César Augusto Váz tem o azar de levar uma bela bolada na região baixa. São coisas a que os árbitros estão sujeitos :S
Fonte: Refnews

Venâncio Tomé nomeado para a fase final do Campeonato da Europa de Sub-21 de 2011

A Associação de Futebol da Polónia adiantou-se a UEFA e informou quais os árbitros e árbitros assistentes que estarão presentes na fase final do Europeu de sub-21. Este torneio será realizado na Dinamarca entre os dias 11 e 25 de Junho de 2011.


Apesar de a UEFA ainda não se ter prenunciado sobre este assunto, a Associação de Futebol da Polónia já adiantou os nomes dos árbitros e árbitros assistentes que estarão presentes nesta fase final do torneio. Dentro de um grupo de 6 árbitros principais e 8 árbitros assistentes, o internacional Venâncio Tomé foi um dos eleitos para integrar neste torneio.



Árbitros principais:  Robert Schorgenhofer (Áustria), Marijo Strahonja (Croácia), PaoloTagliavento (Itália), Aleksandar Stavrev (Macedônia), Milorad Mazic (Sérvia), MarkusStrombergsson (Suécia)

Árbitros assistentes: Michael Soteriou (Chipre), Jukka-Pekka Koskela (Finlândia),Nicolas Pottier (França), Mark Borsch (Alemanha), Akrivos Christos (Grécia),Vytautas Simkus (Lituânia), Marcin Borkowski (Polónia), Venâncio Manuel RaposoTomé Batista (Portugal)



Fonte: http://www.pzpn.pl

Opinião: Atenção, o filtro para uma boa actuação.

Atenção, o filtro para uma boa actuação.
Como obter 100% de atenção durante uma partida de futebol? A resposta não é tão simples, ela será condicionada a vários fatores e estímulos os quais serão passados por um filtro chamado de atenção.

Imagine uma partida de futebol sendo realizado em um estádio de pequeno porte, com arquibancada próxima ao solo sagrado (campo de jogo – regra 01) e tendo sua lotação máxima, o som que estes torcedores proporcionam e de enlouquecer qualquer ser humano. Estes são alguns fatores que deverão ser filtrados pelo árbitro (regra 05) para não atrapalhar o foco principal, ou seja, sua atuação.

Os estímulos são reflexos das ações e palavras que a mente humana recebe, uma critica feita aos berros por um treinador de forma negativa numa situação a qual houve um possível erro concebido pela natureza humana do árbitro, não for filtrada, poderá alterar o curso do jogo, determinando uma busca insânia de compensar este erro, sua atenção terá um novo objetivo, a lei da compensação.

O árbitro deverá ter a plena consciência que suas ações emocionais são frutos dos fatores e estímulos presentes ao seu redor e será necessário criar uma disciplina mental para separar o que deve o não ser registrado pela sua atenção.

Por Valter Ferreira Mariano
Escrito em Português do Brasil