sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Nomeações FPF para jogos dos dias 30 e 31 de Agosto

Consulte aqui as nomeações da Federação Portuguesa de Futebol para os jogos a realizar nos dias 30 e 31 de Agosto.

Árbitros para jogos dos Sub-21

Os derradeiros e decisivos jogos da Selecção sub-21 na caminhada para o Europeu de 2009, com Inglaterra e Rep. Irlanda, vão ser dirigidos pelo italiano Gianluca Rocchi e pelo belga Jérome Efong Nzolo, respectivamente.
O jogo com Inglaterra disputa-se no dia 5 de Setembro, no Estádio de Wembley, enquanto o confronto com a Rep. Irlanda está marcado para o dia 9, no Estádio dos Barreiros, no Funchal.

Mais vale ser árbitro de futebol...

Foto da agressão de Angel Valodia Matos (atleta cubano de Taekwondo) ao juíz do combate nos Jogos Olímpicos de Pequim.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Árbitro Estónio dirige hoje o Braga para Taça UEFA

O estónio Sten Kaldma foi o árbitro designado pela UEFA para dirigir o jogo do Sp. Braga contra os bósnios do NK Zrinjski, a contar para a segunda pré-eliminatória da Taça UEFA, que se vai realizar hoje à noite.
Sten Kaldma terá como assistentes os compatriotas Jaanus Mutli e Marko Leevand, enquanto que Eiko Saar, do mesmo país, será o quarto árbitro.
Os "arsenalistas" venceram o jogo da primeira mão, no Municipal de Braga, por uma bola a zero, com um golo solitário do austríaco Roland Linz.

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Vitor Pereira e a confiança em Jorge Sousa

O presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, Vítor Pereira, acredita que Jorge Sousa é o árbitro indicado para dirigir o «clássico» entre Benfica e FC Porto. «Está muito bem física e tecnicamente, e está motivado», afiança.
«Espero que esteja ao seu nível, pois estará ao nível do grande espectáculo que se espera, com estádio cheio, muita emoção e excelentes protagonistas», começou por afirmar Vítor Pereira, na Antena 1, elogiando as capacidades do juiz da Associação de Futebol do Porto: «Está muito bem física e tecnicamente e está motivado. Foi o primeiro classificado da época passada. Ele prima o seu comportamento por uma grande regularidade e é isso que se espera, que esteja tranquilo, confiante e à altura das expectativas».Vítor Pereira revelou ainda que Olegário Benquerença (AF Leiria) foi igualmente cogitado para o «clássico», visto tratar-se de um árbitro que «está sempre na lista para os jogos de grande responsabilidade e elevado grau de dificuldade».Confrontado com o erro de Paulo Baptista no jogo que opôs Sporting e Trofense, ao assinalar grande penalidade por falta cometida por Anderson Polga sobre Zé Carlos fora da área, o dirigente lembrou que o árbitro é o primeiro a reconhecer o erro, sentindo-se «como todas as pessoas que não são eficazes na produção do seu desempenho».

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Nomeações da 2ª Jornada da Liga Sagres e Liga Vitalis


Pedro Proença em jogo de apuramento para Liga dos Campeões

O internacional Pedro Proença, árbitro da Associação de Futebol de Lisboa, foi escolhido pela UEFA para dirigir o jogo entre os lituanos do Kaunas, clube treinado por José Couceiro, e os dinamarqueses do Aalborg, da 2.ª mão da 3.ª eliminatória da Liga dos Campeões.
Proença será auxiliado por Tiago Trigo e Sérgio Lacroix, sendo João Capela o quarto árbitro, numa partida em que a formação lituana, que perdeu (0-2) na Dinamarca, procura um apuramento histórico para a fase de grupos da Champions.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Comunicado Oficial FPF - Modelo para vistoria de veículos das equipas de arbitragem

A FPF emitiu um Comunicado Oficial (n.º 264 de Fevereiro de 2008), já no decorrer da época passada, com uma ficha modelo que tem por objectivo clarificar, facilitar e normalizar procedimentos quanto vistoria que deverá ser feita à viatura da equipa de arbitragem nos jogos da FPF.
Esta ficha deverá ser preenchida em TODOS os jogos das competições sob alçada de FPF e enviado juntamente com o relatório de jogo.

Clique na imagem para aceder ao Comunicado Oficial e à Ficha de Vistoria

Nota: Reposição de post anteriormente publicado.

Holandês apita Guimarães para a Champions

A UEFA nomeou o árbitro holandês Pieter Vink para a visita do V. Guimarães a Basileia, onde a equipa minhota vai disputar, na quarta-feira, a segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, depois do empate sem golos no D. Afonso Henriques no primeiro jogo. No Estádio St. Jakob, o juiz holandês vai contar com o apoio dos seus compatriotas Hans Ten Hoove e Wilco W.A. Lobbert.

Paulo Batista: "Não foi penalty!"

O árbitro Paulo Baptista, que dirigiu o Sporting-Trofense, admitiu ontem a Record que o lance da grande penalidade contra o Sporting, muito contestado por Paulo Bento, por falta de Polga sobre Zé Carlos, foi mal assinalado.
O juiz de Portalegre, por indicação do seu auxiliar Luís Ramos, sancionou ao minuto 57 grande penalidade, quando a falta – como é possível verificar nas imagens televisivas – foi cometida 2 metros fora da grande área. Polga foi ainda expulso, uma vez que o avançado do Trofense ia isolar-se para a baliza de Rui Patrício.
Confrontado pelas duras críticas tecidas pelo técnico Paulo Bento, Paulo Baptista optou por “não fazer comentários”. Contudo, quando questionado sobre se já tinha visto o lance na televisão, o árbitro alentejano foi taxativo: “Sim, já vi o lance na televisão. Se considero que é grande penalidade? Claro que não”, reconheceu.
Quanto ao auxiliar Luís Ramos, Paulo Baptista confirmou que foi ele “quem deu indicação de que era grande penalidade. Ele tem o telemóvel desligado?! É normal. Ainda deve estar mais aborrecido do que eu...”
Record contactou também o presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, Vítor Pereira, que não quis comentar as críticas e preocupações manifestadas por Paulo Bento relativamente à arbitragem e, em concreto, aos critérios utilizados nas grandes penalidades indicadas por assistentes. “Estou muito preocupado com as arbitragens”, afirmou o técnico após o jogo com o Trofense.

in: Record

sábado, 23 de agosto de 2008

Vitor Pereira em entrevista ao DN

Reproduzimos aqui a entrevista dada pelo Presidente da Comissão de Arbitragem da Liga ao jornal Diário de Notícias.
O que se pode esperar dos árbitros esta época? Há condições para se assistir a um campeonato sem casos relevantes?
Há vontade para se conseguir uma boa época. Espero e acredito que todos estejam à altura da competição, que consigam cumprir a missão que encontramos para a arbitragem da Liga, algo que conseguimos criar este ano e cujo lema é garantir a imparcialidade e a valorização do futebol. Do ponto físico já demonstraram que estão na melhor forma de sempre, do ponto de vista teórico estão bem, tiveram médias superiores a 90 %.
Falou em missão. Como é possível cumprir?
Arbitrando bem. Porém, não podemos esperar grandes melhorias, porque não mudamos nada do ponto vista substancial. Os árbitros continuam a trabalhar oito horas diariamente, a treinar ao fim do dia, a chegar a casa de noite sem poderem ver as mulheres e os filhos. Isto não mudou.
Quer dizer que está céptico numa boa temporada para a arbitragem?
As limitações do trabalho do árbitro são as mesmas. Mesmo assim, acredito que se possa melhorar o índice geral das actuações. A época passada não correu bem, aliás começámos de forma incaracterística, mas houve um conjunto de factores que levaram a isso, como a fase preparatória, a introdução de novas tecnologias, problemas pessoas de alguns árbitros, o ruído à volta do "Apito Dourado". Este ano tivemos uma preparação mais favorável, com três jornadas da Taça da Liga, o sistema de comunicação áudio está já optimizado. O "Apito" está praticamente resolvido em sede desportiva. Este ano, os estão todos mais conscientes da importância que tem cada uma das suas decisões.
A que se deve essa a maior consciencialização?
Criámos uma missão, um conjunto de valores pelos quais todos nos vamos nortear.
Como se pode definir missão?
No fundo é sabermos todos o que cá andamos a fazer para não haver equívocos. É saber qual é o nosso norte. Antes havia dúvidas nisso, pessoas que não sabiam muito bem para que lado deveriam andar.
Que tipo de dúvidas se refere?
Se se perguntasse a cada um dos intervenientes o que estavam a fazer, para que servia a arbitragem do futebol profissional, se calhar cada um diria uma coisa. Agora todos dizem a mesma, ou seja, a nossa missão é garantir a imparcialidade e valorizar o futebol.
Mas garantir a imparcialidade não é uma obrigação do árbitro desde sempre?
Agora sabemos que é. Está escrito, está criado. Agora podemos perguntar no final de cada jogo se foi garantida a imparcialidade.
Um jogo menos conseguido que consequências terá?
A pedagogia deve ser feita pela positiva, mais pelo mérito do que pela punição. Queremos valorizar os que vão tendo mérito e cumprem os objectivos do grupo. Tentar que os melhores tenham mais oportunidades, apitem mais. No quadro de árbitro constam vários que nunca dirigiram jogos da I Liga.
Isso não o preocupa?
Este quadro está muito dividido. 40% é muito jovem e 60% mais experiente, o que já dá alguma garantia. Vamos ter lidar com estas diferenças. Dos 25 árbitros, 10 são inexperientes, quatro nunca apitaram na Liga principal e 10 fizeram menos de uma dezena jogos neste campeonato.
E quantos estão aptos para dirigir um Benfica-FC Porto, como o que vamos ter na próxima semana?
Há uns seis árbitros que podem fazer o jogo.
Jorge Sousa é o melhor árbitro?
O melhor árbitro é o que acerta mais. ... O melhor árbitro do ano é aquele que ao longo do ano foi mais consistente e regular, o que acertou mais. Na época passada tivemos um grupo de árbitros de grande categoria, dos melhores, com um desempenho muito abaixo do seu potencial por força de circunstâncias de ordem pessoal, familiar, académica, matrimonial.
Hermínio Loureiro interfere nas questão de arbitragem, nas nomeações?
Nunca senti interferência em momento algum do presidente da Liga.
Há muito que se pede que a divulgação do relatório dos observadores e dos árbitros. Equaciona essa situação?
Não. O que beneficiava o futebol com isso? Ninguém vai ao teatro para ver os bastidores. O que um árbitro diz não tem interesse para o futebol.

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Nomeações FPF para jogos do dia 24 de Agosto

Consulte aqui as nomeações da Federação Portuguesa de Futebol para os jogos a realizar no dia 24 de Agosto.

Pedro Henriques em "Discurso Directo" no Correio da Manhã

O árbitro lisboeta de 1ª Categoria, Pedro Henriques, falou ao Correio da Manhã, na rubrica "Discurso Directo" respondendo a algumas questões sobre a forma como o encara a arbitragem e também a época que hoje se iniciou:

CM - Como está a encarar a nova época?
PH – Com grande optimismo e confiança. Penso que a Liga 2008/09 tem todas as condições para ser mais competitiva, com mais adeptos nos estádios e com menos polémicas.
– Como se está a preparar e quais os principais objectivos?
– Preparo-me da mesma forma de sempre, com a máxima dedicação pelo ofício. Os objectivos são os maiores possíveis. Encaro esta nova época com ânimo renovado e esperançado em dignificar a arbitragem portuguesa.
– Sente que as críticas dirigidas aos árbitros são injustas?
– Não sei se são injustas, mas por vezes carecem de algum fundamento. Errar é humano, e isso deve ser entendido por todos. Também não gostamos de errar.
– Em 2002/03 assumiu publicamente que errou depois de um V. Guimarães-Sporting. É apologista de uma relação aberta?
– Sem dúvida. Apesar de respeitar os colegas que optam pelo silêncio – eu, inclusive, também já o fiz –, penso que só temos a ganhar em encarar o ‘problema’ de frente. Tornamos o nosso trabalho o mais transparente possível.
– A profissionalização continua a ser um objectivo? Em que pé está o processo?
Disseram-nos para estarmos tranquilos. Existe um projecto para três anos que conta profissionalizar, já esta época, seis árbitros. Na época seguinte, outros seis e no terceiro ano, espera-se, que todos possam obter esse ‘estatuto’.

Olegário Benquerença fala ao Diário de Leiria

Olegário Benquerença em boa forma física para nova temporada
O árbitro leiriense Olegário Benquerença diz estar em boa forma física para enfrentar a nova época desportiva, que arranca hoje com o jogo Vitória de Guimarães-Vitória de Setúbal, num jogo arbitrado por si.
Olegário Benquerença - um dos árbitros mais prestigiados na Liga Vitalis, que esteve na fase final do Euro2008, disputado na Suíça e Áustria , está a encarar a nova temporada com o mesmo espírito dos campeonatos anteriores, fazendo um trabalho “sério” para cometer o mínimo de falhas nos jogos. “Estou em boas condições físicas e psicológicas para estar ao meu nível, dignificando a arbitragem e o futebol, que é isso que as pessoas esperam de nós”, afirmou o árbitro leiriense, que, aos 38 anos, desde 1994 no sector da arbitragem, tem merecido a confiança da UEFA para integrar equipas de arbitragem de fases finais de competições europeias e internacionais.
Ao longo da carreira, Olegário Benquerença diz ter tido falhas - “sou um ser humano como outro qualquer” -, mas, ao longo dos anos, uma das suas preocupações tem sido combater a “crítica fácil” de quem acompanha o futebol, que acaba por “denegrir” a imagem da arbitragem e do futebol. “Aqueles que fazem essa crítica acabam por levar as outras pessoas a pensar que os árbitros e os jogadores são um grupo de malfeitores”, sublinha, desafiando os críticos a visionar jogos de futebol de outros países e seguirem a postura dos espectadores, comparativamente às provas nacionais.
O facto de a prova deste ano ter menos equipas não facilita, segundo o árbitro leiriense, o trabalho das equipas de arbitragem, embora admita que possa contribuir para melhorar o espectáculo. “Um árbitro tem de desenvolver o seu trabalho, independentemente da qualidade das equipas, mas, como é lógico, se os jogadores forem mais evoluídos tacticamente, facilita um pouco”, acrescenta.Sobre a tão badalada profissionalização dos árbitros, Olegário Benquerença considera que essa vertente já existe, salientando que o importante “é melhorar as condições técnicas” para que os árbitros possam desenvolver o seu trabalho “mais eficazmente”, devido à dificuldade que as associações de futebol têm em recrutar árbitros.
Plano semanal de treino
Semanalmente Olegário Benquerença treina quatro vezes, acompanhado por um preparador físico. O treino no dia seguinte a cada jogo serve de descompressão e os restantes três planos de treino servem para preparação do encontro da jornada seguinte.
in: Diário de Leiria

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Comunicado Oficial FPF: Acesso ao Banco dos Técnicos

A Federação Portuguesa de Futebol emitiu o habitual Comunicado Oficial sobre a presença dos elementos das equipas nos seus respectivos "bancos dos suplentes":

Árbitras portuguesas em jogos internacionais

Para actuar nas partidas do Grupo 5 de apuramento para o Campeonato da Europa Feminino Sub-19 foram nomeadas as árbitras internacionais Sandra Bastos (na foto) e Ana Brites, na qualidade de árbitra assistente. A prova disputa-se de 24 de Setembro a 1 de Outubro, na Eslovénia.
Márcia Pejapes e Maria João Freire (árbitra assistente) irão marcar presença na equipa de arbitragem dos jogos do Grupo 9 de apuramento para o Campeonato da Europa Feminino Sub-19, que terão lugar na Macedónia, de 24 de Setembro a 1 de Outubro.
in: fpf.pt

Nelson Évora saltou para o Ouro em Pequim

Não é uma notícia sobre arbitragem, nem tão pouco sobre futebol. Mas não podia deixar passar o feito que o atleta português Nélson Évora realizou há pouco em Pequim, sem dele aqui fazer referência.
Portugal têm um campeão olímpico de triplo salto em comprimento (17,67m). Para o Nelson Évora em particular, mas também para todos os outros atletas que realmente deram o seu melhor em representação do nosso país... Parabéns e Obrigado!

Jorge Sousa nomeado para Qualificação do Europeu de Sub-19

Jorge Sousa foi nomeado pela UEFA para dirigir alguns encontros do grupo 10 de qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-19. Os jogos do grupo 10 vão ter lugar na Bósnia Herzegovina, entre os dias 19 e 26 de Outubro de 2008. A acompanhar Jorge Sousa foi nomeado o árbitro assistente José Ramalho.
in: fpf.pt

Carlos Xistra nomeado para qualificação do Europeu de Sub-17

O árbitro Carlos Xistra e o árbitro assistente Sérgio Serrão foram nomeados pela UEFA para dirigir encontros do grupo 9 de qualificação para o Europeu de Sub-17. Os jogos do grupo 9 vão decorrer em Itália, entre os dias 22 e 29 de Outubro de 2008.
in: fpf.pt

Teste dos Árbitros de 3ª Categoria (Zona Norte)




quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Entrevista a Jorge Sousa: “Nunca fui abordado nem pressionado”

Entrevista de Jorge Sousa ao Jornal Desportivo Quatro Linhas

Jorge Sousa, natural de Lordelo, terminoua época no primeiro lugar do ranking nacional de árbitros, tendo-lhe sido atribuídos 3,726 pontos. Curiosamente, esta classificação foi dada a conhecer no mesmo dia em que Jorge Sousa completava 33 anos de idade.
Tendo iniciado a sua actividade de árbitro na época de 1993/94, e ascendido aos quadros nacionais em 1997/98, foi promovido à primeira categoria em 2001/2002 e recebeu as insígnias de internacional cinco anos depois, portanto,em 2006/2007.
A nossa conversa com Jorge Sousa começou com uma pergunta típica do jornalismo de cabo de microfone...
Quatro Linhas – Sente-se feliz com este reconhecimento?
Jorge Sousa – Naturalmente. Trata-se do reconhecimento do meu valor e de um trabalho digno que procurei sempre desenvolver.
4L – Arbitrar é uma coisa difícil...
J.S. – Sim. A arbitragem é, como qualquer outra actividade que se queira desempenhar de forma digna, uma actividade prenha de dificuldades. No entanto, esta actividade é muito ingrata e difícil. Não existe margem para erro. É necessário tomar decisões ao segundo, e no segundo, num determinado contextode espaço e movimento, que nem sempre propicía as melhores condições de percepção e de ajuízamento. Torna-se assim ingrata e penosa.
4L – A Tv é o grande inimigo da arbitragem?
J.S. – Temos de conviver com a televisão.No entanto, não se pode dizer que, em termos gerais, a televisão é amiga ou inimiga dos árbitros. Ela aborda o jogo e, naturalmente, as decisões dos árbitros de uma perspectivadiferente daquela em que os árbitros estão colocados, e obrigados a decidir em tempo real, como disse, ao segundo, e no segundo. A televisão tem ao seu alcance várias câmaras,tem a possibilidade de repetir quantas vezes quiser e forem necessárias, enquanto que o árbitro não tem nada disso.
4L – A arbitragem é uma actividade muito discutida...
J.S. - É perfeitamente admissível que o trabalho do árbitro seja discutido, masentendo que a sua posição tem de ser mais bem compreendida. Estou convencido que a generalidade das pessoas não tem a noção verdadeira do que é decidir no momento, em esforço, sem meios tecnológicos auxiliares. A nossa actividade é assim muito incompreendida.
4L – É então favorável à introdução de novas tecnologias na arbitragem?
J.S. – Tudo o que possa vir a ajudar o acto de arbitrar será benvindo.
4L – Concorda com a profissionalizaçãodos árbitros?
J.S. Nós, os árbitros, somos o único sector amador num mundo altamente profissionalizado: jogadores, técnicos, dirigentes. Assim, estamos em desvantagem,porque não estão disponíveis condições suficientes e necessárias para a preparação e abordagem dos jogos. Além disso, a arbitragem é a única parte interveniente no jogo que não pode falhar. Tudo o resto é desculpável:as más decisões directivas, as tácticas inadequadas, os golos falhados e sofridos. Só ao árbitro não se perdoa que tenha falhado um fora de jogo, ou não marcado uma grande penalidade. Assim, sou totalmente favorável à profissionalização dos árbitros. Consideromesmo que a profissionalização é algo de inevitável. Ela permitirá aos árbitros uma melhor preparação do seu trabalho, e colocá-los-á em termos de condição física e psicológica, ao mesmo nível dos jogadores, que se preparam cada vez melhor. No entanto, convém alertar que a profissionalizaçãonão é a panaceia para eliminar o erro. Este está sempre subjacente à decisão humana. E isto acontece, quer na arbitragem, quer em qualquer outra actividade.
4L – O que espera do apito dourado?
J.S. – Espero que decida com justiça os casos que estão para julgamento.
4L – Alguma vez foi aliciado?
J.S. – Nunca fui pressionado nem aliciado. Aliás, tudo depende da confiançaque damos às pessoas.
4L – Sonha arbitrar uma final europeia?
J.S. – Cada coisa a seu tempo. Agora estou interessado em evoluir e cimentar a minha posição, e depois se verá.
4L – Nunca lhe apeteceu aplaudir um golo ou uma jogada genial?
J.S. – Nós vemos o jogo de uma maneira diferente do adepto, temos uma concentração em aspectos específicosdo jogo, mas somos privilegiados em participar em grandes momentos desportivos.

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Xistra apita sub-21 em jogo de preparação

O árbitro internacional português, Carlos Xistra (AF Castelo Branco), vai dirigir o jogo de preparação da selecção nacional de sub-21 frente à República Checa, no próximo dia 19 de Agosto (terça-feira), pelas 18h15 Complexo Desportivo da Tocha.
O Jogo terá transmissao em directo na TVI.

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Carlos Xistra e a nomeação para a final da Taça da Liga

Carlos Xistra é o árbitro que vai apitar o encontro entre FC Porto e Sporting do próximo sábado, no qual vai estar em disputa a Supertaça Cândido de Oliveira. O juiz espera que os jogadores se comportem da mesma forma que fariam se se tratasse de um jogo da Liga dos Campeões.
Xistra (da Associação de Futebol de Castelo Branco) vai ser auxiliado pelos assistentes José Braga (AF Portalegre) e Mário Dionísio (AF Setúbal), enquanto que André Gralha (AF Santarém) vai ser o quarto árbitro.
"Vai ser a segunda Supertaça da minha carreira. Em 2004 as coisas correram pelo melhor e espero que desta vez aconteça o mesmo. Tudo iremos fazer para garantir a imparcialidade e a valorização do futebol dentro das quatro linhas", revelou.
"Estou confiante de que os jogadores e os treinadores também terão esse objectivo em mente. Espero que seja um grande espectáculo, e que as pessoas que vão ao Estádio do Algarve no final do jogo saiam satisfeitas com o espectáculo a que assistiram, independentemente do resultado da sua equipa", acrescenta.
Carlos Xistra espera de ambas equipas um bom comportamento: "Gostaria que tivessem a mesma atitude que têm a nível da Liga dos Campeões, até porque estamos a falar de duas equipas que estão habituadas a disputar essa competição".
"Se assim o fizerem também será mais fácil para a equipa de arbitragem comportarem-se ao nível dos árbitros que actuam nessa competição", remata.
Ouça aqui as declarações do Carlos Xistra à Rádio Antena 1.

António Cardoso nomeado para Mundial de Futsal

O árbitro António Cardoso foi nomeado pela FIFA para integrar os quadros do Campeonato do Mundo de Futsal que se realiza no Brasil de 30 de Setembro a 19 de Outubro. O juiz português mais internacional de sempre torna-se no primeiro representante nacional a participar na prova, sendo um dos 8 árbitros da UEFA a figurar entre os 32 que estarão em competição.António Cardoso conta com 176 jogos internacionais, entre os quais duas finais da UEFA Futsal Cup e a final do Campeonato da Europa que no ano passado se disputou no nosso país. De salientar ainda que o juiz de Coimbra é o único português que esteve em quatro Europeus (2001, 2003, 2005 e 2007).

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Árbitros nomeados para jogos da Selecção

Já são conhecidos os nomes dos juízes responsáveis pelos jogos que Portugal disputará diante de Malta e Dinamarca, a contar para o apuramento do Campeonato do Mundo África do Sul2010.
No dia 6 de Setembro, a Selecção Nacional - Clube Portugal desloca-se a Ta'Qali para defrontar Malta no primeiro encontro da fase de apuramento para o Campeonato do Mundo África do Sul2010. A partida, cujo início está marcado para as 20h00 (horas locais), será apitada pela equipa de arbitragem holandesa composta por Bernie Raymond Blom, Nicolaas Siebert e Sander Van Roekel (árbitros assistentes), e Hendrikus Nijhuis (como quarto árbitro).
Os juízes ingleses Howard Webb (na foto), Darren Cann e Michael Mullarkey (árbitros assistentes) e o quarto árbitro Martin Atkinson serão responsáveis pela arbitragem do segundo encontro luso nesta fase inicial de apuramento. Portugal recebe a selecção da Dinamarca no Estádio José Alvalade, quatro dias depois de defrontar Malta (10 de Setembro), num encontro agendado para as 20h45.
Recorde-se que a Equipa das Quinas inicia a época 2008/2009 já no próximo dia 20 de Agosto (quarta-feira), com um jogo de preparação frente à formação das Ilhas Faroé.
in: fpf.pt

Olegário Benquerença hoje no Anorthosis - Olympiacos

O internacional Olegário Benquerença (AF Leiria) dirige hoje pelas 20h, o jogo Anorthosis - Olympiacos a contar para a 3ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões da UEFA. Neste jogo olegário estará acompanhado de José Cardinal e João Santos, na categoria de árbitros assistentes, e Pedro Henriques, como quarto árbitro.
O observador desta partida será o conhecido francês Michel Vautrot.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Carlsberg Cup - Nomeações da 1ª Mão da 2ª Fase

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional divulgou as equipas de arbitragem que estarão presentes no próximo fim-de-semana na 1ª jornada da 2ª fase da Taça da Liga.

Carlos Xistra é o árbitro da Supertaça

O árbitro internacional português, Carlos Xistra (AF Castelo Branco), vai dirigir o jogo da Supertaça Cândido de Oliveira, entre o FC Porto e o Sporting, que terá lugar no próximo sábado (16 de Agosto), pelas 20h45, no Estádio Algarve.
Carlos Xistra, lisonjeado com a confiança que nele depositaram, admite ter recebido a nomeação com muita satisfação. "Como é natural, recebi esta notícia com muita satisfação e estou muito contente pelo Conselho de Arbitragem depositar em mim toda a confiança para este jogo. Espero que as expectativas em torno do jogo se confirmem e que todos possam sair satisfeitos com o espectáculo, as equipas e, fundamentalmente, com a arbitragem", referiu em declarações ao Portal do Futebol.
No que toca às expectativas para a partida do próximo dia 16 de Agosto, o árbitro luso espera "que os adeptos desfrutem ao máximo a partida e que os jogadores façam tudo para ser um jogo digno de campeões. A adrenalina estará ao máximo por ser o primeiro jogo oficial, em que ambas as equipas querem ganhar e todos os adeptos querem festejar, por isso a equipa de arbitragem tudo fará para que seja um bom jogo, um bom espectáculo", explica.
O juiz albicastrense será coadjuvado pelos assistentes, José Braga (AF Portalegre) e Mário Dionísio (AF Setúbal), enquanto André Gralha (AF Santarém) será o quarto árbitro.

CARLOS XISTRA
Idade: 34 anos
Naturalidade: Covilhã
Associação: Castelo Branco
Profissão: Funcionário Público
Início de actividade: 1992/93
Promoção à 1ª categoria: 2000/01
Árbitro internacional desde: 2008

in: fpf.pt

Teste dos Árbitros de 3ª Categoria (Zona Sul)



in: Apito Bejense



segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Bruno Paixão dirige particular entre Benfica e Inter Milão

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou o árbitro internacional português, Bruno Paixão (AF Setúbal), para o jogo particular entre o SL Benfica e o Inter de Milão, que terá lugar a 15 de Agosto, no Estádio da Luz, em Lisboa.
in: fpf.pt

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Regulamento de Arbitragem da LPFP

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional divulgou no seu site institucional alguns regulamentos que irão vigorar para a presente época desportiva.
Consulte aqui o regulamento de arbitragem completo e actualizado para a Época 2008/2009 .

Pedro Proença em jogo da Champions League

Pedro Proença foi nomeado pela UEFA para dirigir uma partida da Liga dos Campeões, desta feita agendada para 26 ou 27 de Agosto e a contar para a segunda ronda da terceira pré-eliminatória da prova.
Tiago Trigo, Sérgio Lacroix e João Capela, acompanharão o árbitro lisboeta, sendo que os dois primeiros seguem na condição de árbitros assistentes e o último como quarto árbitro.

Olegário nomeado para jogo da Liga dos Campeões

Olegário Benquerença foi nomeado para dirigir a equipa de arbitragem lusa que apitará um jogo a contar para a primeira ronda da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. A partida está agendada para dia 12 ou 13 de Agosto.
Nesta equipa de arbitragem seguem, também, José Cardinal e João Santos, na categoria de árbitros assistentes, e Pedro Henriques, como quarto árbitro.
Os árbitros lusos poderão encontrar equipas como a Fiorentina, Barcelona, Dínamo Kiev, Galatasaray ou Liverpool, estando automaticamente excluídos do encontro entre o Vitória de Guimarães e o FC Basileia, no dia 13 de Agosto, pelas 20h30, no Estádio D. Afonso Henriques.
in: fpf.pt

Bruno Paixão na Alemanha para jogo da Taça UEFA

O setubelense Bruno Paixão, os árbitros assistentes Bertino Miranda e Alfredo Braga, e o quarto árbitro Luís Reforço foram nomeados pela UEFA para dirigir o encontro entre Hertha Berlin (Alemanha) e NK Liubliana (Eslovénia), a contar para a segunda ronda da segunda pré-eliminatória da prova. A partida está marcada para o dia 28 de Agosto.

Paulo Costa nomeado para Taça UEFA

O internacional portuense Paulo Costa foi nomeado para dirigir a partida agendada para o dia 14 de Agosto, entre o VfB Stuttgart (Alemanha) e o Gyóri ETO FC (Hungria), a contar para a primeira ronda da segunda pré-eliminatória da Taça UEFA. Paulo Costa liderará a equipa de arbitragem composta por José Ramalho e Serafim Nogueira, como árbitros assistentes, e por Rui Costa, enquanto quarto árbitro.