quinta-feira, 31 de março de 2011

Top 10 red card



Fonte: O UNIVERSO DA ARBITRAGEM DE FUTEBOL

Plano de Treinos para o mês de Abril



Já se encontra disponível o manual de treinos da FPF referente ao mês de Abril. A planificação destes treinos é elaborada com base nos Planos de Treino de Árbitros da UEFA.

Plano de treinos Abril2011
Fonte: FPF

Luís Guilherme diz que Duarte Gomes tem todas condições para clássico


“Duarte Gomes é um dos árbitros que tem todas as condições para realizar este jogo e esperemos que no final a equipa de arbitragem seja aquela em que se fale menos. Que não se fale na arbitragem é sempre o desejo de todos nós”, diz à Antena1 Luís Guilherme.

O presidente da APAF elogia o árbitro de 38 anos: “Tem uma personalidade forte. Embora seja jovem, é muito bem preparado. Não tenho dúvidas de que as coisas irão correr muito bem”.

Luís Guilherme considera ainda que é benéfico o ambiente tranquilo que se tem verificado nos últimos dias em torno do Benfica-FC Porto.

“Até agora o ambiente que se tem criado à volta do jogo tem sido tranquilo e isso ajuda muito na realização do jogo e nas suas incidências”, lembra. 


Podem ouvir com mais detalhe a entrevista no seguinte link:



Fonte: RTP

quarta-feira, 30 de março de 2011

Nomeações para a 25ª jornada da Liga Zon Sagres e 23ª Jornada da Liga Orangina



A Comissão de Arbitragem (CA) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quarta-feira, o quadro de árbitros nomeados para a 25ª Jornada da Liga Zon Sagres e para a 23ª Jornada da Liga Orangina.


25ª jornada da Liga Zon Sagres
Leiria - Marítimo = Jorge Sousa
Académica - Portimonense = Olegário Benquerença
Beira-Mar - Braga = Artur Soares Dias
Rio Ave - V. Setúbal = Pedro Proença
Olhanense - Naval = Marco Ferreira
V. Guimarães - Sporting = João Capela
Benfica - Porto = Duarte Gomes
Nacional - P. Ferreira = Jorge Ferreira

23ª jornada da Liga Orangina
Estoril - Trofense = João Ferreira
Oliveirense - Feirense = Carlos Xistra
Belenenses - Freamunde = Luís Catita
Fátima - Arouca = Hélder Malheiro
G. Vicente - Sta. Clara = Hugo Pacheco
Moreirense - Covilhã = Rui Silva
Penafiel - Aves = Manuel Mota
Varzim - Leixões = Hugo Miguel

Fonte: LPFP

Bolas inteligentes podem ser usadas no Mundial de 2014

'A condição para o uso da tecnologia é de que ela seja acessível em termos financeiros, confiável e que o resultado seja dado com rapidez', explicou Joseph Blatter, presidente da Fifa



JAMIL CHADE - O Estado de S.Paulo

Joseph Blatter afirmou que a tecnologia pode ganhar espaço na Copa de 2014. Sensores usados para determinar se uma bola cruzou o gol podem ser usadas no Brasil. "Temos três empresas trabalhando nessa tecnologia."
Candidato a mais um mandato como presidente da Fifa, Blatter começa a disseminar promessas de mudanças. Depois de resistir à ideia dos sensores por anos, mudou sua avaliação após a Inglaterra ter sido prejudicada na Copa de 2010 - um chute de Lampard caiu dentro do gol, no jogo contra a Alemanha, mas o juiz não validou o lance. Os ingleses foram eliminados.
"A condição para o uso da tecnologia é de que ela seja acessível em termos financeiros, confiável e que o resultado seja dado com rapidez", explicou.

PS: O lance que pode mudar a história da arbitragem mundial e introduzir a tecnologia no futebol, além do meia inglês Lampard, teve como protagonistas o árbitro uruguaio Jorge Larrionda e seu compatriota Maurcicio Spinoza, que não conseguiram vislumbrar a bola ultrapassar a linha de meta em 38 centímetros, na partida Alemanha 4 x 2 Inglaterra.


Fonte: Apito do Bicudo

Convenção de Arbitragem com novos membros

A Convenção da UEFA sobre Formação e Organização de Árbitros tem sete novos membros plenos e um com estatuto parcial, para consolidar o trabalho de desenvolver a arbitragem.

Várias federações europeias passaram a integrar a Convenção da UEFA sobre Formação e Organização dos Árbitros.
Na sequência da ratificação por parte do Comité Executivo da UEFA, Andorra, Espanha, Geórgia, Inglaterra, Letónia, Roménia e Ucrânia são membros plenos, enquanto o Liechtenstein é membro parcial. Um total de 43 federações possui estatuto de membro pleno, sendo o Liechtenstein o único a título parcial.
A Convenção de Arbitragem procura dar relevo à formação dos árbitros, promover o papel do árbitro e melhorar as estruturas de arbitragem e o desenvolvimento do sector na Europa. Ao assinarem a convenção, as federações aceitam desenvolver um plano de arbitragem e ficam habilitadas a receber contribuições financeiras pelo seu trabalho e outras verbas anuais, desde que mantenham os padrões requeridos.

Fonte: UEFA

segunda-feira, 28 de março de 2011

O cúmulo da pontaria: KO ao companheiro e autogolo incrível (Video)


Se quisesse fazer isto, provavelmente não conseguia. O guarda-redes do Ballymahon B, equipa da III Divisão da Irlanda, foi protagonista de um lance caricato em jogo para o campeonato local, frente ao Melville Celtic. 

Depois de um ataque falhado da equipa rival, o guardião recolheu calmamente a bola e tentou, apressadamente, colocá-la no ataque. Como a pressa é inimiga da perfeição, saiu-lhe tudo ao contrário.

Descrições só estragariam o prazer que é ver o vídeo. Deixamos duas dicas: autogolo incrível e KO a um companheiro.

Fonte: Mais Futebol

Vítor Pereira faz balanço final da 3ª Acção de Avaliação e Aperfeiçoamento de Árbitros da LPFP


Video com Vítor Pereira a fazer o balanço final da 3ª Acção de Avaliação e Aperfeiçoamento de Árbitros da LPFP.

Onde está ela???? (Video)


domingo, 27 de março de 2011

Vítor Pereira faz balanço positivo e dá notas aos árbitros e assistentes


Em declarações aos jornalistas no final de uma ação de formação para árbitros e árbitros assistentes, que decorreu no Luso, Mealhada, Vítor Pereira disse que foi feito um balanço do desempenho da arbitragem até ao momento.
Situou a nota média do desempenho dos árbitros e árbitros assistentes em 3,3, numa escala de zero a cinco, nos jogos já disputados esta época da Liga e Liga de Honra. 
De zero a 20, com a ajuda de alguns jornalistas presentes na sala, estimou a nota da arbitragem portuguesa nos 14 a 14,5 valores.
"Se virmos em termos académicos, ter 14 entra no Bom, já é mais do que
Suficiente Mais, será no Bom", afirmou.
Considerou-se "satisfeito" com o grupo de 25 árbitros e 52 árbitros assistentes que atua nas ligas profissionais de futebol, destacando o seu percurso e a "evolução" em termos de jogos internacionais e do ponto de vista físico. 

Acrescentou que os desempenhos dos árbitros estão, neste momento, "ao melhor nível do ano passado", resultados já de si superiores às épocas de 2007/08 e 2008/09, lembrou.
"Neste momento estamos dentro daquilo que são os padrões iguais aos do ano passado", sublinhou Vítor Pereira.
Na ação de formação de hoje participaram quase todos os árbitros das competições profissionais, com exceção das três equipas escaladas para os jogos Irlanda-Inglaterra, Olhanense-Sporting de Braga e Académica-Vitória de Guimarães, que se disputam no fim de semana.
Nos testes escritos -- 20 perguntas de resposta múltipla para um mínimo de 70 pontos possíveis e um máximo de 100 -- os árbitros alcançaram resultados médios entre os 95 e 97 por cento.
Já as provas físicas, que incluíram 15 voltas à pista de atletismo do centro de Estágios do Luso, foram cumpridas por todos os participantes, "à exceção de um árbitro assistente que se lesionou", revelou Vítor Pereira.
"Quer um resultado quer outros são de completo sucesso", sublinhou.

Vejam de seguida um video para mais detalhes:


Fonte: RTP /Record 

sábado, 26 de março de 2011

Casal de árbitros actuou junto no Campeonato Brasileiro


Namorados há 16 anos, casados há cinco, Rodrigo Nunes de Sá e Andreia Isaura de Sá atuaram pela primeira vez juntos como integrantes do trio de arbitragem da partida entre Flamengo e Cabofriense, do dia 20 de março, no Moacyrzão – ele é o árbitro e ela, uma bandeirinha. E esta foi a primeira vez que um casal apitou um jogo na Série A do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro.
- É inédito no Rio de Janeiro, no Brasil. Quem sabe no mundo – disse o presidente da Comissão de Arbitragem do Rio de Janeiro, Jorge Rabello.
- Na verdade, é até melhor trabalhar com ela pela afinidade. A gente se entende pelo olhar, basta uma troca de olhares. Evitamos até falar muito. Facilita em campo – diz Rodrigo Nunes de Sá.
O casal garante estar preparado para tudo. Rodrigo diz que sempre apoiou a mulher na escolha de integrar o quadro de arbitragem da Federação de Futebol do Rio de Janeiro. Ela, ex-jogadora de futebol e atualmente pedagoga da Prefeitura de Mesquita, atua desde 2007. Uma relação amorosa que envolve bola, apito, cartões, súmulas….
- É a realização de um sonho nosso. É o nosso primeiro jogo na Primeira Divisão – diz Andreia.
Tudo obviamente tem o lado B. Acostumados à responsabilidade de não poder errar e ter os atos minuciosamente apurados pelo rigoroso e preciso tira-teima da TV, Rodrigo e Andreia serão submetidos à avaliação popular. Isto é: sob risco de xingamento, tendo a reputação atacada. Ao marido, diante dos coros impublicáveis, resta agarrar-se ao profissionalismo.
- É normal. A gente sabe separar. O torcedor não está xingando a pessoa, mas o árbitro. Não é o Rodrigo, nem a Andreia – defende Rodrigo. Em apito de marido e mulher é bom não errar por que todo mundo mete a colher.
Fonte: Extra /SAFERGS /Refnews

Atenção a mudança da hora para amanha


Para os mais distraídos e porque é sempre bom relembrar informamos todos os nossos visitantes que amanha, dia 27 de Março de 2011 a hora irá mudar. De seguida apresentamos a informação que todos devem consultar.

Portugal continental
Em conformidade com a legislação, a hora legal em Portugal continental:
  • será adiantada de 60 minutos à 1 hora de tempo legal (1 hora UTC) do dia 27 de Março.

Região Autónoma da Madeira
Em conformidade com a legislação, a hora legal na Região Autónoma da Madeira:
  • será adiantada de 60 minutos à 1 hora de tempo legal (1 hora UTC) do dia 27 de Março.

Região Autónoma dos Açores
Em conformidade com a legislação, a hora legal na Região Autónoma dos Açores:
  • será adiantada de 60 minutos às 0 horas de tempo legal (1 hora UTC) do dia 27 de Março.
Com esta informação não se esqueçam de adiantar os relógios para que não se atrasem para os jogos :D


Jogador atropela árbitro assistente (Video)

Aconteceu na Liga Espanhola, um jogador atropelou literalmente o árbitro assistente. Os dois ainda trocaram uns "mimos" mas no final tudo ficou bem :D

Fonte: Dutch Referee

Afastar um intruso? Duas mulheres e muito carinho (Video)

Não foi preciso força, muito menos intervenções especiais. Pelo contrário. Duas mulheres e muito carinho foram suficientes para retirar um intruso do relvado, onde decorria a final de um torneio feminino de futebol entre as americanas do Sky Blue e as suecas do LdB Malmo.

Aconteceu na Turquia, no último domingo, quando um cão resolveu assistir ao desafio junto à baliza sueca. Deitou-se no relvado, ficou à espera de atenção, foi (mal) recebido por um assistente e até as jogadoras ficaram incomodadas com a agressividade do homem.

Allie Long e Casey Nogueira, do Sky Blue, decidiram-se pela via do carinho. Umas festas na barriga e o intruso estava pronto para sair em braços do relvado.

No final, a equipa americana perdeu 0-1, mas ganhou um fiel amigo.

Fonte: Mais Futebol

Bruno Paixão nomeado para dirigir Académica - Vitória Guimarães



A FPF nomeou esta sexta-feira o árbitro que irá dirigir o jogo entre Académica - Vitória Guimarães, referente a 7ª eliminatória (1/2 Final) da taça de Portugal.

A equipa de arbitragem será composta pelos seguintes elementos:

Árbitro: Bruno Miguel Duarte Paixão
Árbitros Assistentes: António Manuel Albino Godinho, Venâncio Manuel Raposo Batista Tomé
4º Árbitro: João Manuel Reia Roque
Observador: Fernando Paulo Duarte Ferreira

Fonte: FPF


Nomeações FPF



Já se encontram disponíveis as nomeações para os campeonatos nacionais a disputar dos dias 26/3/2011 a 27/3/2011.

NI53                                                                                            
Fonte: FPF

Belga Bart Gillis presente na acção de avaliação e aperfeiçoamento de árbitros e árbitros assistentes



A Comissão de Arbitragem da Liga vai realizar este sábado, dia 26 de Março, no Luso, a terceira acção de avaliação e aperfeiçoamento de árbitros e árbitros assistentes.
É convidado desta iniciativa o belga Bart Gillis, responsável da UEFA por Portugal no que respeita à condição física. Os testes escritos decorrerão no Grande Hotel do Luso e as provas físicas serão feitas no Centro de Estágios Mealhada/Luso. Os testes físicos, agendados para as 16h15, serão abertos ao público.
O Presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, Vítor Pereira, fará um balanço sobre as actividades decorridas. A conferência de Imprensa está marcada para as 19 horas de sábado, no Centro de Estágios da Mealhada/Luso.

Fonte: LPFP

sexta-feira, 25 de março de 2011

Campo transforma-se em piscina (Video)

Campo transforma-se em piscina durante um jogo... Não seriam motivos suficientes para a interrupção da partida??? ;)

Árbitro agredido por equipa em pleno jogo

O árbitro Augusto Vega teve um fim-de-semana marcante. No corpo, claro, já que foi agredido pelos jogadores do Juventud Católica de Rio Segundo, que defrontavam o Sportivo Laguna Larga.

Vega tomou algumas decisões que os futebolistas não gostaram e fizeram-no saber, da pior maneira. «Foi bastante duro, recebi vários golpes e pontapés, inclusive na cabeça», disse o juiz. 

«Fui levado a um hospital para tirar radiografias, é a primeira vez que me acontece isto, graças a Deus estou bem», declarou Vega à «Cadena Ser».

Depois de o Velez-San Lorenzo ter manchado o fim-de-semana fora dos relvados, a violência passou para o campo. Ora veja o vídeo.

Fonte: Mais Futebol

Na Argentina, vídeo já serve para anular expulsões

O Tribunal de Disciplina da Associação do Futebol Argentino decidiu anular o segundo cartão amarelo e consequente exlpulsão a Martin Galmarini (Tigre), depois de analisar um vídeo que comprovava que a decisão do árbitro estava errada.

O feito sem precedentes diz respeito à partida da primeira divisão argentina realizada, esta segunda-feira, entre Gimnasia La Plata e o Tigre. No vídeo observa-se um lançamento longo do meio-campo para as costas da defesa local. Galmarini ganha a bola no ar com um defesa adversário e marca golo.

O arbitro compreendeu que o médio jogou a bola com a mão e mostrou-lhe o segundo amarelo. A decisão foi rectificada, mas o golo não foi validado. Para piorar a situação, o Gimnasia La Plata venceu a partida por 2-1. 

Fonte: Mais Futebol

Olegário nomeado para arbitrar os jogo entre País de Gales e Inglaterra


Olegário Benquerença foi nomeado pela UEFA para dirigir o jogo entre País Gales e Inglaterra, jogo referente a  fase de qualificação para o Euro-2012 do grupo G, o jogo está agendado para 26 de Março, ás 15horas locais, no estádio Millennium - Cardiff. 


A equipa de arbitragem é constituída pelos seguintes elementos:


Árbitro: Olegário Benquerença
Árbitros Assistentes: Bertino Miranda, João Santos
4º Arbitro: Artur Soares Dias


Fonte: UEFA /LPFP

Olegário Benquerença na Liga dos Campeões


Para actuar num jogo da Liga dos Campeões, a realizar no dia 12 ou 13.04.2011, foram nomeados os seguintes árbitros:

Árbitro: Olegário Manuel Bartolo Faustino Benquerença
Árb. Ass: Bertino Cunha Miranda
Árb. Ass: João Ferreira Santos
4º Árb: Duarte Nuno Pereira Gomes
Árb. Ass. Adic. 1: Artur Manuel Ribeiro Soares Dias
Árb. Ass. Adic. 2: Carlos Miguel Taborda Xistra

Fonte: APAF

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL DESPRESTIGIA E AFRONTA GALARDÃO E OS SEUS TITULARES!

Em 23 de Janeiro de 2010 tomei conhecimento de que dois antigos e ilustres Árbitros, pelo muito que se dedicaram e fizeram pelo sector, contribuindo, assim, para a sua dignificação, casos de Henrique dos Santos Silva e José Luís Moreira Tavares, filiados dos Conselhos de Arbitragem de Vila Real e de Setúbal, foram distinguidos com o título de Sócio de Mérito da FPF, por unanimidade e aclamação!

Fiquei na expectativa de estar presente na cerimónia como o já tinha feito anteriormente, noutras épocas, por ser uma cerimónia digna e gratificante quer para a entidade, quer para os agraciados, e fui esperando, até que em 22 de Abril do ano passado remeti a seguinte mensagem:
Exmº Senhor
Dr. Avelino Silva Rocha Ribeiro
Ilustre Presidente da
Mesa da Assembleia-geral da
Federação Portuguesa de Futebol

Quis a Assembleia-geral da Federação Portuguesa de Futebol no passado dia 23 de Janeiro, atribuir o título de SÓCIO DE MÉRITO do futebol português a duas figuras emblemáticas da arbitragem nacional, as quais, pelo que por elas têm feito e o que representam para os vindouros, bem merecem todas as homenagens que lhe possam prestar.

Henrique Santos Pereira Silva e José Luís Moreira Tavares, actualmente com 85 e 74 anos de idade, respectivamente, antigos árbitros dos quadros nacionais têm um vasto e rico currículo, exemplos de dignidade, empenho e dedicação a uma causa que lhes roubou muito do seu descanso, os afastou da família e amigos, para, finalmente, verem e sentirem agora a gratidão dos agentes desportivos que fazem parte da Federação (Associações de Futebol, das Organizações de Classe e da Liga), que mais não fizeram do que a sua obrigação, perante aqueles que, denodada e apaixonadamente, servem o desporto com seriedade, rigor e postura exemplar, sem que, alguma vez, pedissem algo em troca.



Acontece que, sendo amigo destas personalidades, gostaria de assistir à entrega das distinções razão porque no passado mês de Março desloquei-me à sede da Federação Portuguesa de Futebol e foi a Drª Carla Carvalho que me escutou sobre o assunto. Disse-me que ia saber o que se passava e que me informava o que se lhe oferecesse dizer.

Mais de um mês decorrido, penso que, como habitualmente não vou obter qualquer resposta, razão porque venho junto de V. Exª, como responsável primeiro pelo cumprimento das decisões do órgão máximo do futebol português, na expectativa de me habilitar com a resposta que achar por bem adiantar-me.

Ora, acontece que não recebi qualquer resposta como previa e voltei a remeter o mesmo texto em 18 de Setembro…

Ontem – passados 14 (catorze) meses – vim a saber que José Luís Tavares já recebeu o seu Diploma de Sócio de Mérito, mas através de correio postal… Simplesmente lamentável! Mais, este procedimento eivado de desrespeito a um notável desportista, a um homem de bem, nada mais é do que um autêntico desplante, uma situação desprezível, um acto muito baixo, uma revolta que se sente por ter sido cometido contra quem sempre pautou as suas atitudes com carácter, frontalidade e elevação. Foi preciso chegar a 2011 para ser tratado desta forma, com desdém e desconsideração…

Quanto a Henrique Silva sei que ainda não foi recebedor do seu Diploma… Quando e como será? Passará pelo vexame de ser o carteiro a entregar-lhe uma tão alta e meritória condecoração?

Leia-se então a carta que José Luís Tavares enviou à FPF:

Almada, 24 de Março de 2011

Exmo. Sr. Avelino Silva Rocha Ribeiro
Presidente da Mesa da Assembleia-geral da
Federação Portuguesa de Futebol

Exmo. Sr.,

Pelo currículo que foi apresentado em Assembleia-geral da F.P.F. sobre a minha pessoa, terá V.Exa. tomado conhecimento que levo uma vida de dirigente de várias instituições e Presidente da Assembleia-geral de algumas, incluindo uma respeitável Colectividade com 162 anos de vida ininterrupta.

Eu sei que os tempos são outros e a respeitabilidade já não é o que era. Não me admiro pois que a F.P.F. tenha faltado ao respeito, não a mim, mas àqueles que propuseram o meu nome para aquilo que eu sempre considerei uma honraria que é a atribuição de Sócio de Mérito duma Instituição.

A vaidade e a toleima não fazem parte da minha filosofia de vida, Todavia confesso-lhe, Sr. Presidente que fiquei envergonhado ao receber em minha casa num simples envelope, embora registado, o Diploma que a Assembleia-geral a que V.Exa. preside me atribuiu por unanimidade e aclamação.

O desmérito do procedimento não pode deixar de contrastar com o mérito da atribuição.

A desculpa esfarrapada escrita na folha que acompanhava aquele diploma e que dizia: “ Na impossibilidade da Direcção desta Federação fazer a entrega pessoal, servimo-nos do presente para…” não colhe, a não ser que a atribuição não tenha sido do agrado da Direcção da F.P.F. e em especial do dirigente que assina a mesma (Amândio de Carvalho). Felizmente não estou inválido e sei onde mora a F.P.F. e os locais onde funcionam as Assembleias-gerais da F.P.F…

Lamento, Sr. Presidente que uma instituição com a responsabilidade da Federação Portuguesa de Futebol proceda de forma tão leviana e irresponsável.

Com os melhores cumprimentos

José Luís Tavares

NOTA: Desta carta enviei cópias para a Direcção da F.P.F. e comunicação social



Pretendemos com esta publicação retirada do blog de arbitragem Alberto Helder alertar para esta falta de consideração por parte da FPF. É necessário valorizar quem sempre deu o seu melhor pela arbitragem.


Fonte: Blog Alberto Helder

quinta-feira, 24 de março de 2011

Trapalhadas e confusões dos Árbitros (Video)



Vejam o video seguinte onde mostra algumas das Trapalhadas e confusões dos Árbitros.


Opinião: Fifa é peça de museu


Os seres humanos tem duas manias flagrantes. Uma delas é dar receitas para alguém que, eventualmente, apresenta alguma doença, com ou sem dor. Ancoradas em poções de chás caseiros ou remédios encontrados nas prateleiras das farmácias, quem foi, neste planeta, que ainda não ouviu aquele cândido e bem intencionado de musculosa justificativa como “minha tia nunca mais teve artrose, após tomar este remédio,” ou minha irmã que é bem mais velha do que eu ficou uma menina depois que tomou desta vitamina”. Massagens e exercícios físicos também são ampla e respeitosamente recomendados.

Em se tratando de arbitragem de futebol, há muitos modismos. Ao longo da minha carreira como árbitro de futebol durante 21 anos, não foram raros os questionamentos que me fizeram sobre o porquê das regras de futebol serem praticamente imutáveis. Quantas vezes ouvi, por que não acabar com o impedimento?, ou o lateral com o pé não seria uma boa, ou ainda qual a razão da expressão árbitro ser onipotente dentro do retângulo verde?  Por que a Fifa não cria um tribunal para julgar o árbitro e seus assistentes? Quando é que a entidade que controla o futebol no planeta irá colocar câmeras de TV para confirmar as decisões dos árbitros ou modificá-las?  Dois árbitros em campo, um em cada metade do gramado, melhorariam o nível da arbitragem nas partidas de futebol e elas seriam mais atraentes. Quais o motivos que levam a Fifa a ser tão refratária a uma mudança deste gênero?  Que tal implementar mais um cronometrista para acompanhar o cronômetro do árbitro?

Confesso que muitas vezes me questionei e me questiono a respeito destas e de outras sugestões que recebi e ainda hoje recebo, das diversificadas pessoas com as quais o futebol me propiciou me relacionar e aí me vêm à mente que as regras constituem a pedra fundamental do futebol dentro das quatro linhas. Sem se importar a maneira como o nobre esporte de origem britânica possa manifestar-se, na atualidade, seja ele jogado por profissionais ou amadores, por crianças, adolescentes e até mesmo pelo sexo feminino, inclusive numa Copa do Mundo, nas Olimpíadas, em países em vias de desenvolvimento futebolístico, onde quer que seja, as regras têm sido quase as mesmas, com pouquíssimas metamorfoses. E essa é a principal razão do seu sucesso universal. Em qualquer ponto de Biafra ou num lugarejo de Zâmbia ou no Casaquistão, todos conhecem um mínimo das regras que permitem praticar o futebol e conhecer suas belezas e artimanhas. 

Por Valdir Bicudo  - bicudoapito@hotmail.com
Escrito em Português do Brasil

quarta-feira, 23 de março de 2011

Elmano Santos nomeado para o Olhanense-Sp.Braga

Elmano Santos, da AF Madeira, é o árbitro nomeado para dirigir o jogo entre Olhanense e SC Braga, relativo à 23.ª jornada da Liga.

A partida em atraso entre algarvios e minhotos disputa-se no próximo sábado, às 20.15 horas, no Estádio José Arcanjo.

A equipa de arbitragem para este jogo és constituída pelos seguintes elementos:

Árbitro: Elmano Santos
Árbitros Assistentes: Paulo Ramos, Nuno Roque
Observador: Amílcar Ventura

Fonte: LPFP

Arbitragem em Portugal: O futuro passa pela profissionalização


A Comissão de Arbitragem da Liga é a entidade responsável pela regulação da actividade em Portugal. Paulo Paraty explicou ao JPN como funciona o sistema de classificação e de nomeação dos árbitros.
A arbitragem no futebol em Portugal está sujeita às regras da Comissão de Arbitragem da Liga. A equipa que compõe a comissão é escolhida pelos clubes e pelas sociedades desportivas. É responsabilidade da Comissão de Arbitragem fazer as nomeações das equipas de arbitragem para os jogos organizados pela Liga Portuguesa de Futebol e classificar os árbitros tendo em conta as notas que são dadas pelos observadores nos jogos.
O sistema de classificação dos árbitros é "complexo", tal como refere Paulo Paraty, ex-árbitro de futebol, que explicou ao JPN as quatro vertentes que o compõem.
Paulo Paraty diz que a nota que o árbitro recebe no final do jogo "vai do zero ao cinco". Apesar disso, as classificações "dificilmente sairão do eixo entre o dois e o quatro", refere. Na escala de classificações a pontuação três é considerada "uma nota relativamente baixa". No entanto, tal como explica o ex-árbitro de futebol, só se classifica como nota negativa aquelas que ficarem abaixo de três.
No que respeita à nomeação dos árbitros, Paulo Paraty refere que "os critérios são da responsabilidade da Comissão de Arbitragem e do próprio presidente". Ainda assim, fez referência aos critérios que conhece.
Para Luís Freitas Lobo, comentador desportivo, não "é só um jogo que determina a escolha, ou a não escolha, de um árbitro", é preciso ter em conta todo o historial do árbitro e todos os critérios de nomeação.

Profissionalização dos árbitros pode ser o caminho a seguir

Luís Freitas Lobo diz que o caminho da arbitragem em Portugal passa, ou deve passar, pela "profissionalização" da profissão. O comentador diz que "não faz sentido que, numa actividade como o futebol, onde se movimentam milhões de euros e em que os jogadores e os treinadores são profissionais, os árbitros sejam uma entidade amadora", adianta.
O problema, de acordo com o comentador, é a "falta de uma política de fundo para proteger os árbitros", algo que deriva também da posição assumida pela "UEFA e pela FIFA que os proíbe de falar". O comentador diz que isso dificulta a tarefa de "fazer uma boa gestão da sua imagem".
O que acontece geralmente é que se "fica sempre com o erro deles e nunca com a explicação de porque é que o erro aconteceu". "Eles aparecem, apitam e desaparecem. Ouvem as críticas e os elogios, mas nunca falam", remata.

Fonte: JPN

Opinião: O apito do juiz


A LINGUAGEM DO FUTEBOL – O JUIZ E O SEU APITO

O apito é um instrumento que serve para assinalar um significado específico numa partida de futebol.
O juiz determina, com um pequeno sopro, o início e o fim do jogo.
Ele comunica, à distância mais ou menos próxima, se a bola saiu, dá o assobio que serve de voz de comando para a parada ou a continuidade do jogo.
Escanteios, faltas, jogadas em impedimento, cobrança de uma penalidade máxima ou média, são assinaladas pelo sopro que provoca um ruído estridente, um silvo cortando o ar, uma ordem de comando que pode interromper o curso normal da partida.
O apito do juiz serve para por ordem no jogo. É verdade que ao ato de soprar o apito seguem-se, costumeiramente, os gestos e indicações.
O apito, com o seu código de linguagem, implica na redução das comunicações verbais entre o juiz e os jogadores.
Não que ele exclua definitivamente o uso da palavra.
O juiz, num primeiro momento, pode preferir chamar a atenção de um jogador, advertindo-o contra suas jogadas perigosas, tentativas de machucar um adversário.
A invenção dos cartões veio ajudar a comunicação através de uma linguagem não verbal. Isso é importante, sobretudo em se tratando de jogadores que falam uma língua que o juiz desconhece.
O uso da obediência às regras do futebol através desses meios de comunicação – o apito, os cartões e os gestos, completam o sistema de sinalização que permite a administração do jogo.
Fica, desse modo, superada a barreira do desconhecimento da língua quando paises de idiomas diferentes se defrontam numa partida de futebol.
É interessante esse aspecto do futebol permitindo a confluência para uma linguagem universal.
O jogo é iniciado, terminado e administrado por um sopro.
Lembra, à distância, a imagem bíblica de Deus fazendo a alma do homem através de um sopro, um gesto simples e condensado que é, ao mesmo tempo, uma representação da vida, tanto no sentido de sua concretude semiológica como no sentido das abstrações que podem se estender a outras metáforas.
Contudo, essa comparação não é apenas uma metáfora.
O juiz, num jogo, é a autoridade máxima. Mais do que isso, ele é o dono da verdade. Se ele apita para marcar um pênalti, um gol, não importa se foi ou não foi. No que pesem todos os seus esforços para ser justo e verdadeiro, ele é, nesse momento, alguém que cria uma verdade. É a sua ordem, a sua palavra (sopro) que cria essa verdade, um estado de ser. Ora, isso o aproxima bastante de uma divindade.
A vida de todos nós depende, o tempo todo, de um sopro. Esse sopro poderá ser transformado em palavras, porém vai além e aquém das palavras.

Por DAVID AZOUBEL NETO
Escrito em Português do Brasil
Fonte: apitodobicudo.blogspot.com /www.aereb - David Azoubel Neto é psicanaliste e autor de “O futebol como linguagem"

Batalha campal acaba com jogador e árbitra assistente no hospital


Aos 80 minutos, jogadores da Caranguejeira e Maceirinha começaram ao soco e pontapé sendo necessária a intervenção policial. Telmo Pinto, jogador da equipa forasteira e Andreia Braga, árbitra assistente, foram dirigidos ao hospital
O jogo que opôs a Caranguejeira ao Maceirinha acabou ao murro e pontapé. Corria o minuto 80 quando, sem que ninguém o esperasse, os jogadores de ambas as equipas começaram a agredir-se mutuamente. Rapidamente saltaram os restantes elementos do banco de suplentes, com treinadores à mistura, a entrar para dentro do relvado, alguns para serenar os ânimos mas muitos outros para colocar mais achas para a fogueira.
Como consequência dos actos bárbaros, Telmo Pinto, avançado do Maceirinha, e Andreia Braga, árbitra assistente do lado da bancada, foram transportados para o Hospital de Leiria para receberem assistência médica. No caso de Andreia Braga, esta entrou dentro das quatro linhas para impedir as agressões dos jogadores e acalmar os ânimos tendo saído bastante lesada no 'fogo cruzado', já que terá levado com um pontapé na zona lombar.
Em concreto, aquilo que o Diário de Leiria conseguiu apurou foi que Ruben Menino, jogador da Caranguejeira, recém-entrado na partida, agrediu um adversário sofrendo de seguida a retaliação por parte dos jogadores do Maceirinha gerando-se, então, a confusão total.
Entretanto, o técnico da casa, Jorge Menino, irrompeu pelo terreno de jogo. "O meu filho estava a levar 'porrada' de três jogadores do Maceirinha e tive que fazer alguma coisa", admitiu o técnico. Quanto a Joaquim Cardoso, treinador do Maceirinha, não quis tecer quaisquer comentários sobre o que aconteceu aos 80 minutos.
O aparato da situação, juntamente com os ânimos exaltados na bancada que entretanto se tinha instalado, obrigou à intervenção da força policial que se viu obrigada a pedir reforços.
O árbitro do encontro viu-se então obrigado a dar por concluída uma partida que, de tão mal jogada, nem deveria ter começado.
Pesados castigos aguardam as duas equipas esperando-se mão pesada da Associação de Futebol de Leiria que não tolera actos de violência. No entanto, para se apurar melhor as sanções será essencial o relatório do árbitro que dificilmente conseguirá apontar o dedo a um só jogador já que o aglomerado de elementos em campo não o permitirá.
Para que conste, na altura da interrupção o resultado era de 0-0, num jogo muito equilibrado, mas com sinal mais da equipa do Maceirinha que por algumas ocasiões podia ter chegado ao golo.

Fonte: Diário Leiria

terça-feira, 22 de março de 2011

Michel Platini reeleito para comandar por mais quatro anos a UEFA



O XXXV Congresso Ordinário da UEFA, realizado a 22 de Março, em Paris, França, reelegeu Michel Platini como presidente da UEFA, por aclamação, para mais um mandato de quatro anos, em vigor até 2015.
No seu discurso de abertura, Platini recordou os principais feitos que marcaram o seu primeiro mandato como presidente da UEFA, tais como: a reconstrução de uma família do futebol unida, nomeadamente através da criação do Concelho Estratégico para o Futebol Profissional; as alterações na lista de acesso à UEFA Champions League e a criação da UEFA Europa League; o aumento de 16 para 24 selecções participantes na fase final do Campeonato da Europa; o lançamento da experiência com dois árbitros-assistentes adicionais; e o desenvolvimento dos Regulamentos do Licenciamento de Clubes e "Fair Play" Financeiro da UEFA.

Também agradeceu ao Comité Executivo da UEFA e a todas as federações filiadas pelo seu apoio contínuo, sem o qual esses feitos-chave não teriam sido possíveis.
Michel Platini delineou igualmente algumas das prioridades para o próximo mandato, que se vai centrar na promoção do futebol de selecções; na luta contra a violência e fraudes ligadas a apostas ilegais e viciação de resultados; na implementação dos regulamentos do "fair play" financeiro; no fim da discriminação institucional no futebol; bem como no projecto conjunto com a FIFA denominado Investir no Futuro do Futebol, cujo objectivo é promover o treino dos jovens e proteger as identidades das equipas.
O presidente da UEFA informou depois os delegados que o primeiro elemento que vai formar a base para a promoção do futebol de selecções será a centralização da venda dos direitos de transmissão para os jogos de qualificação de todas as competições. Acrescentou ainda que todas as 53 federações-membro da UEFA já assinaram um documento que confere poderes à UEFA para implementar essa centralização.
Sobre o tópico da centralização, Platini comentou: "Acredito neste projecto de centralização porque é um projecto futebolístico e não comercial. Acima de tudo, destina-se a proteger e a desenvolver o futebol de selecções. E, mais importante, o efeito secundário será a garantia de receitas para cada federação."
De seguida, o presidente da UEFA anunciou que o Comité Executivo da UEFA vai, a partir de agora, convidar uma mulher a participar nas suas reuniões, de modo a possibilitar ao sexo feminino atingir cargos de topo nas organizações futebolísticas.
Após o anúncio, o presidente da UEFA disse: "Trata-se do primeiro passo, simbólico, mas às vezes os símbolos são essenciais para mudar a forma como pensamos. As mulheres têm bastante para oferecer ao desenvolvimento da modalidade e este é o primeiro passo rumo à melhor representação nos órgãos decisores."


Também se realizaram eleições para sete lugares no Comité Executivo da UEFA para o período 2011-15. Os seguintes membros foram (re)eleitos para um mandato de quatro anos:
1ª votação (maioria absoluta – metade dos votos válidos mais um) – votos (de 53 votantes)
Ángel María Villar Llona – Espanha– 47
Şenes Erzik – Turquia – 42
Grygoriy Surkis – Ucrânia – 38
Peter Gilliéron – Suíça – 40 (novo)
Borislav Mihailov – Bulgária – 28 (novo)
Sergey Fursenko – Rússia – 27 (novo)
2ª votação (maioria simples)
Mircea Sandu – Roménia –15


Os candidatos restantes receberam o seguinte número de votos na 2ª votação:
Liutauras Varanavičius – Lituânia – 12
Gilberto Madaíl – Portugal – 10
Ivan Hašek – República Checa – 8
François De Keersmacker – Bélgica – 5
Grzegorz Lato – Polónia – 2
Norman Darmanin Demajo – Malta – 1


Para além disso, três elementos europeus do Comité Executivo da FIFA foram (re)eleitos para o período 2011-15:
Vice-presidentes
Michel Platini – França – eleito automaticamente como presidente da UEFA Ángel María Villar Llona – Espanha – eleito por aclamação
Membro
Theo Zwanziger – Alemanha – eleito por aclamação (novo)
Os delegados presentes no Congresso foram também informados de que as quatro federações britânicas escolheram Jim Boyce, da Irlanda do Norte, para o cargo de vice-presidente da FIFA, de acordo com os Estatutos da FIFA.

Entre as outras decisões tomadas durante o Congresso da UEFA regista-se a aprovação do relatório financeiro de 2009/10 e o orçamento para 2011/12.
Antonio Matarrese e Joseph Mifsud, vice-presidente cessante da UEFA, foram eleitos membros honorários da UEFA.
Depois do encerramento do XXXV Congresso Ordinário da UEFA, o Comité Executivo da UEFA realizou a sua primeira reunião, já com a nova composição, tendo-se seguido a nomeação dos cinco vice-presidentes da UEFA.
1º vice-presidente da UEFA: Şenes Erzik
2º vice-presidente da UEFA: Geoffrey Thompson
3º vice-presidente da UEFA: Ángel María Villar Llona
4º vice-presidente da UEFA: Marios N Lefkaritis
5º vice-presidente da UEFA: Giancarlo Abete


Fonte: UEFA